O debute de David Neres na Europa

  • por Doentes por Futebol
  • 6 Meses atrás

Por @EryckWaydson

Aos 19 anos, após uma proposta de 15 milhões de euros (R$ 50,7 milhões, à época), David Neres deixou o São Paulo e partiu rumo à Eredivisie para defender o Ajax. Pelo time profissional do Morumbi, foram três gols marcados em 670 minutos jogados – distribuídos por oito partidas. Lá na Holanda e com 20 anos completados, o canhoto participou de 25 gols na temporada, caiu nas graças da torcida e está sendo especulado no Borussia Dortmund. Após o excelente debute na Europa, o garoto se coloca aos olhos do mundo, cercado de expectativas para 2018/2019.

Quem ficou com o título da edição 2017/2018 do Campeonato Holandês foi o PSV – pela terceira vez nas últimas quatro temporadas -, com 83 pontos conquistados. Logo atrás, a quatro pontos, ficou o Ajax, time de David. Assim, as duas equipes estão garantidas na próxima edição da UEFA Champions League. E o camisa 7 teve participação direta nesta conquista.

Logo quando se transferiu, Neres pegou o finalzinho da temporada e se revezou entre o time B e o principal, mostrando-se importante da mesma forma. Foram ao todo 12 jogos, com cinco gols e uma assistência. Já no profissional, ao longo das 34 rodadas (a Eredivisie possui 18 equipes), o Ajax teve o melhor ataque e melhor defesa da competição, com 89 marcados e 33 sofridos. David Neres teve participação direta em 28% das vezes que a bola balançou as redes – 14 gols e 11 assistências. Foram 2.534 minutos distribuídos por 32 jogos – 28 como titular. A média de 79 minutos por partida legitima a importância do garoto dentro do grupo.

Em campo, o camisa 7 faz a função de ponta invertido. Canhoto, joga bem aberto pelo setor direito do campo. Ofensivo, o Ajax é uma equipe que tem por característica a amplitude, e Neres tem papel fundamental por onde atua – assim como Kluivert, pela esquerda. Veloz, David, apesar dos bons números no ataque, também se destaca na recomposição defensiva. E, principalmente, na transição ofensiva, fazendo passes em profundidade e ultrapassando com velocidade. Vez ou outra, flutuando com sentido ao meio, abrindo o corredor e se apresentando para finalizar da entrada da área. Tudo isso regado por um aproveitamento de 83% dos passes durante a competição.

Mapa de calor de David Neres no Ajax

Mapa de calor do camisa 7 na temporada Foto: Sofascore

A boa performance já rendeu assédio. O Borussia Dortmund fez uma proposta de 30 milhões de euros (R$ 127 milhões) que foi prontamente recusada pelo Ajax. Dirigentes do clube estipularam um valor na casa dos 50 milhões de euros para o time que quiser contar com o camisa 7. Caso esse valor seja apresentado, o brasileiro se tornaria a maior venda da história do país. O recorde pertence ao zagueiro colombiano Davinson Sánchez (vendido ao Tottenham por 42 milhões de euros), que foi companheiro do brasileiro.

Agora com 21 anos, David Neres ainda tem muito a mostrar. Com tempo e paciência para o desenvolvimento, o jovem pode em pouco tempo fazer parte de plantéis mais competitivos a nível europeu. Talvez não seja o momento de se falar em Seleção Brasileira. Como todo atleta em formação, alguns fundamentos precisam ser aperfeiçoados. Mas é inevitável: o menino é uma joia que, caso seja bem trabalhada, terá um brilho ainda mais intenso em breve.

David Neres jogando pelo Ajax

Foto: Site oficial do Ajax

Comentários