Mesmo extremamente pressionada, Argentina é favorita para derrotar a Nigéria no Grupo D

  • por Doentes por Futebol
  • 2 Anos atrás

Sul-Americanos precisam vencer e torcer também por um tropeço da Islândia para se classificarem

Às 15h, horário de Brasília, desta terça-feira, 26 de junho, em São Petersburgo, mais um capítulo do sufoco argentino será escrito na Copa do Mundo da Rússia. Ou não, né? Os nossos vizinhos ainda têm chances de conseguirem a classificação no Grupo D. Para isso, é preciso vencer, além de torcer para a Croácia derrotar a Islândia. Se, por acaso, os vikings baterem os croatas, a situação dos hermanos será decidida no saldo de gols. Atualmente, os argentinos têm o saldo de -3, enquanto que o dos islandeses é de -2. A posição na tabela é a terceira, com apenas um ponto ganho. Quem se classificar nesta chave encara os times do Grupo C, que conta com França, Dinamarca e Peru.

A verdade é que está tudo uma grande zona na seleção bicampeã mundial – em 1978 e 1986 – com o treinador Jorge Sampaoli sendo alvo de críticas dos torcedores e até do ídolo Diego Armando Maradona, sem falar que a pressão cai sobre o craque Lionel Messi. No domingo, o presidente da Federação Argentina de Futebol (AFA), Claudio Tapia, atacou a imprensa dizendo que notícias falsas são criadas. Também participante da coletiva de imprensa, o zagueiro Javier Mascherano rechaçou qualquer problema com o técnico e comentou as famosas fake news.

 “A relação com o técnico é totalmente normal. O que acontece é que quando nos sentimos incômodos dentro do campo, falamos para o técnico. É a coisa mais normal do mundo. É uma coisa em busca do coletivo. Somos 23 pessoas, estamos todos buscando pelo coletivo, não pelo individual. Inclusive quem não está jogando. Eu já fui acusado de dar uma porrada no Banega por ele errar um pênalti na final da Copa América. E isso fica por aí. Pelas nuvens. Todo mundo sabe quem é quem no futebol. Estes são os mitos. Tem quem acredita, tem quem deixa passar, e estão vocês que viralizam, que atribuem aos demais, que difundem. A maioria faz isso”, disse.

Falando novamente em Messi, não tem como negar que é nele que estão depositadas as grandes esperanças da torcida. De acordo com o Oddsshark.com, se o La Pulga balançar as redes, ele vai render a cota de R$ 1,66 a cada real aplicado por você nas apostas. O primeiro ou o último gol do duelo rendem mais: R$ 3,40. Ontem (24), ele completou 31 anos. Vestindo a camisa dos biancocelestes, Messi não marca desde o amistoso com o Haiti, em Buenos Aires. Na ocasião, ele fez três gols. Já a vitória dos nossos rivais está avaliada em R$ 1,55 nos sites de apostas.

Ah, fica a expectativa também se Sampaoli vai sacar o goleiro Caballero para colocar Armani no lugar. O primeiro falhou feio na derrota de 3 a 0 para a Croácia, na rodada anterior.

Do outro lado, os nigerianos estão embalados depois de baterem a Islândia pelo placar de 2 a 0, ocupando a vice-liderança com três pontos. O atacante Musa vem pedindo passagem. Autor dos gols contra os vikings, ele está com a pontaria afiada. Quem ainda era dúvida, pelo menos no momento que esta matéria foi escrita, era o experiente volante Obi Mikel, ex-Chelsea. Sem dúvida alguma, ele é a grande liderança dentro de campo das Superáguias. O jogador sofreu uma fratura em um dos ossos da mão esquerda. Uma das opções é jogar com uma tala.

No último encontro entre os dois países, o amistoso disputado em novembro do ano passado, os africanos venceram por 4 a 2. Quando os confrontos valem por Copa do Mundo, os sul-americanos têm a vantagem. Foram quatro duelos, sendo que a Argentina venceu todos. O fim deste jejum rende R$ 6,50, ainda segundo o Oddsshark.com.

Croácia x Islândia

No mesmo horário que a partida citada acima, Croácia e Islândia medem forças em Rostov. Os croatas vão entrar tranquilos, já classificados, buscando efetivar a liderança da chave. Para deixarem a primeira posição, é preciso um uma derrota e a Nigéria tirar um saldo de cinco gols. Bem improvável.

O zagueiro Lovren disse em entrevista que o objetivo da equipe do Leste Europeu é chegar, sim, aos nove pontos. Nada de tirar o pé, não. A última vez que a Croácia conseguiu se classificar para a segunda fase do maior evento esportivo do planeta foi em 1998, quando chegou a ser semifinalista, perdendo para a anfitriã e campeã França.

Mesmo com toda a vontade de vencer, o treinador Zlatko Dalic vai poupar alguns atletas. Rakitic, Mandzukic, Vrsaljko, Rebic e Corluka estão pendurados, enquanto que Brozovic está suspenso justamente por ter levado o terceiro cartão amarelo contra os argentinos.

Na Islândia, o otimismo se mantêm, mas o zagueiro Kari Arnason sabe que a tarefa não é das mais fáceis.  “Quando você olha para o time deles no papel, eles são simplesmente assustadores. Estávamos olhando ontem e os jogadores que eles têm são de outro nível. Eles podem vencer qualquer um nesse torneio se estiverem no seu melhor dia. Não sei das chances deles de vencer a Copa, mas acho que estão no páreo.”

Os nórdicos disputam o Mundial pela primeira vez em sua história. Uma classificação seria algo épico, assim como foi na Eurocopa de 2016, na França. Na ocasião, os islandeses chegaram até as oitavas de finais, quando foram eliminados pela dona da casa nas quartas de final. Antes disso, eliminaram os ingleses. Agora, em 2018, é preciso vencer e torcer para a Nigéria perder para a Argentina.

Novamente conforme os valores do Oddsshark.com, o favoritismo é croata, que rende R$ 2,37, contra R$ 3,25 da Islândia. Quer conhecer mais o mundo das apostas? Clique aqui.

Confira os jogos da 3ª rodada da Copa do Mundo 2018:

Segunda-feira (25 de junho)

11h – Rússia (R$ 3,10) x (R$ 2,62) Uruguai. Empate: R$ 3,10

11h – Arábia Saudita (R$ 4,75) x (R$ 1,85) Egito. Empate: R$ 3,60

15h – Portugal (R$ 1,70) x (R$ 6,00) Irã. Empate: R$ 3,75

15h – Espanha (R$ 1,36) x (R$ 11,00) Marrocos. Empate: R$ 5,00

Terça-feira (26 de junho)

11h – Dinamarca (R$ 4,50) x (R$ 2,30) França. Empate: R$ 2,70

11h – Peru (R$ 2,45) x (R$ 3,00) Austrália. Empate: R$ 3,50

15h – Islândia (R$ 3,25) x (R$ 2,37) Croácia. Empate: R$ 3,40

15h – Nigéria (R$ 6,50) x (R$ 1,55) Argentina. Empate: R$ 4,50

Quarta-feira (27 de junho)

11h – Coreia do Sul (R$ 15,00) x (R$ 1,16) Alemanha. Empate: R$ 7,00

11h – México (R$ 2,50) x (R$ 2,75) Suécia. Empate: R$ 3,30

15h – Sérvia (R$ 7,50) x (R$ 1,50) Brasil. Empate: R$ 3,80

15h – Suíça (R$ 1,85) x (R$ 5,50) Costa Rica. Empate: R$ 3,30

Quinta-feira (28 de junho)

11h – Japão (R$ 3,30) x (R$ 2,20) Polônia. Empate: R$ 3,25

11h – Senegal (R$ 3,60) x (R$ 2,15) Colômbia. Empate: R$ 3,10

15h – Inglaterra (R$ 2,75) x (R$ 2,60) Bélgica. Empate: R$ 3,20

15h – Panamá (R$ 3,30) x (R$ 2,30) Tunísia. Empate: R$ 3,10

Comentários