Números, fatos e curiosidades da Copa 2018 – dia 3/grupo D

Argentina 1 x 1 Islândia

Fatos relacionados ao confronto

– Essa foi a partida com a maior média de idade da história das Copas.

-Apenas um jogador em toda a história terminou uma partida com mais chutes a gol que Messi, sem marcar. Foi Riva, em 1970.


– Nenhum jogador deu tantos passes em uma partida quanto Mascherano hoje.

Fatos relacionados à Argentina

– Messi perdeu o pênalti decisivo exatamente no dia em que completava 12 anos de sua estreia em Copas, que aconteceu contra Sérvia e Montenegro, em 2006. Naquele dia, ele deixou o seu com a camisa 19, a mesma camisa com a qual Kun Agüero marcou hoje.

– Foi o primeiro empate da Argentina em estreias de Copas, em 17 participações. Sua última “não-vitória” havia sido em 1990, contra Camarões. Eram 6 estreias seguidas vencendo.

– O goleiro Willy Caballero, estreando na seleção, tornou-se o segundo argentino mais velho em Copas, atrás apenas de Angel Labruna. Curiosamente, ambos nasceram em um dia 28 de setembro.

– Javier Mascherano e Lionel Messi se juntaram a Diego Maradona como os únicos argentinos com quatro Copas como jogador.

-O gol de Sergio Agüero encerrou um jejum de 341 minutos sem gols. A Argentina não marcava desde as quartas de final da Copa de 2016, contra a Bélgica.

– Javier Mascherano ultrapassou Javier Zanetti e se isolou como o argentino com mais partidas pela seleção, 144.


– O pênalti perdido pela Argentina gerou um pequeno recorde negativo.

– Os sul-americanos tinham 7 vitórias seguidas contra estreantes, desde o empate contra a Alemanha Oriental, em 1974.

Cinco estreantes fizeram seu primeiro gol em Copas contra os argentinos: Suécia (1938), Coréia do Sul (1986), Costa do Marfim (2006), Bósnia (2010) e Islândia (2018).

Fatos relacionados à Islândia

A Islândia se tornou a 78ª nação a disputar uma partida de Copa, e a 73ª a marcar gol. Não foram às redes apenas Zaire (atual RD Congo), China, Canadá, Índias Orientais Holandesas (atual Indonésia) e Trinidad e Tobago

– Alfreð Finnbogason, do Augsburg, fez o primeiro gol islandês em Copas.

– A Islândia se tornou a quarta nação a estrear contra um campeão do mundo sem derrota. Há ainda 11 derrotas dos estreantes nessa estatística.

– E que tal as estreias da Islândia em grandes competições?

Croácia 2 x 0 Nigéria

Fatos relacionados ao confronto

Luka Modric marcou o gol 2400 na história das Copas. Os últimos gols marcantes em Copas, os chamados “milestone goals”, foram os seguintes:

 

Fatos relacionados à Croácia

– A Croácia estreou abrindo o placar com um gol contra pela segunda vez seguida. Em 2014, Marcelo marcou contra suas redes o primeiro gol da competição.

– A equipe marcou em cinco partidas consecutivas pela primeira vez.


– A Croácia só acertou seu primeiro chute ao gol no pênalti batido por Modric. Ou seja, tinha 2×0 no placar mas só tinha chutado certo uma vez.

Fatos relacionados à Nigéria

– A Nigéria conseguiu um feito nada honroso.


– Francis Uzoho se tornou o segundo goleiro mais jovem a disputar uma partida de Copa.


– A Nigéria tem uma sina de sofrer gols de bolas paradas, que continuou hoje.

Comentários

Sergio Rocha é torcedor do Madureira e sempre teve o sonho de escrever sobre esportes em geral, embora tenha optado pela carreira de engenheiro civil. No "currículo", cadernos recheados de resultados esportivos e agendas da década de 90, quando antes da internet acessava rádios de diversos locais do país buscando os resultados esportivos do Acre à Costa Rica. Além de fanático por futebol, é fanático por praticamente todos os esportes, e no tempo livre que sobra sempre busca os últimos resultados esportivos do PGA Tour ou dos futures da ATP. Além disso, coleciona quadrinhos da Disney e é louco por astronomia.