Sérvia x Brasil: teste importante no caminho para as oitavas

A rodada de definição do Grupo E promete fortes emoções: Brasil, Suíça e Sérvia possuem chances de classificação e só dependem seus próprios resultados.

 

 

Sérvia x Brasil, jogo que será realizado no Spartak Stadium, será uma importante etapa na caminhada de Tite e seus comandados nesta Copa. A Seleção enfrentará um adversário perigoso, composto por jogadores altos, fortes e de boa técnica com a bola nos pés, que vem precisando vencer para garantir classificação à próxima fase do torneio. Não bastasse o fato de se tratar de um jogo decisivo de fase de grupos, Sérvia x Brasil ainda possui outra componente que adiciona interesse na partida: dos sérvios que entrarão em campo, 05 deles estiveram na final do Mundial Sub-20 (2015), vencida por 2-1 sobre o Brasil de Gabriel Jesus, Malcom e cia.

 

Brasil em busca de ativar seu lado direito

Em seus primeiros dois jogos nesta Copa do Mundo, Tite tem escalado o Brasil num 4-3-3 bem definido: com Philippe Coutinho exercendo a função de meia central, acompanhado de Casemiro e Paulinho no setor. Esta foi a saída encontrada por Adenor para enfrentar times em bloco baixo, postados na defensiva esperando o Brasil atacar.

Coutinho agrega qualidade na condução de bola desde o meio-campo e capacidade associativa com seus companheiros. O lado esquerdo do ataque brasileiro, composto pelo triângulo Marcelo, Coutinho e Neymar, certamente é o mais forte, em potência, dentre as seleções da atualidade. Some isso a exímia técnica em chutes de média distância do camisa 11 e entendemos por que o jogador vem sendo o maior destaque brasileiro na fase de grupos.

 

Willian precisa aparecer

Porém, se o lado esquerdo do Brasil é poderosísismo, o lado direito anda pobre ofensivamente. Fagner, Paulinho e Willian precisarão produzir mais. Tite e a comissão técnica precisam descobrir soluções. A entrada de Douglas Costa contra a Costa Rica foi um grande alento, porém, o jogador voltou a sentir lesão e não poderá ser opção contra a Sérvia. Ou seja, precisamos que Willian volte a encontrar seu bom futebol.

O bom futebol de Willian precisa voltar a aparecer. Foto: Pedro Martins / MoWA Press

O meia-atacante do Chelsea executa a função de ponta direita, mas se movimenta bastante e também se aproxima do meio, possibilitando a subida de Fágner ao ataque. Mas, até aqui, o Brasil tem sido tímido pelo lado direito:

Contra Suíça e Costa Rica, apenas 27% dos lances ofensivos foram construídos pelo lado direito da Seleção.

Portanto, o Brasil precisa seguir evoluindo seu desempenho e equilibrar seus setores ofensivos, se quiser progredir na competição. A Sérvia promete ser o adversário mais difícil do grupo E, tanto para ser vazada quanto para oferecer perigo ao setor defensivo.

Provável escalação do Brasil:

Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus (4-3-3).

Jogadores pendurados: Casemiro, Coutinho e Neymar.
Desfalques: Danilo (lesão no quadril) e Douglas Costa (lesão muscular na coxa direita).

Promoção Betfair, em caso de vitória do Brasil: cotação de 6.0

Memórias do Mundial Sub-20 animam a Sérvia

“Nós temos que esquecer de tudo e focar apenas nesta partida que pode ser a mais importante de nossas vidas”, afirma Sergej Milinkovic-Savic, um dos melhores jogadores de sua seleção. “Você não tem muitas chances de enfrentar o Brasil. Joguei contra eles na final do Mundial Sub-20, mas o cenário agora é outro, com jogadores muito mais experientes. Mas a Sérvia conseguiu frustrar o Brasil naquela ocasião. Esta é uma imagem positiva que iria levar para o jogo de amanhã“, completa Savic.

Mas não só de motivação ou boas lembranças se faz um bom desempenho. Será necessário planejamento tático e perfeição na execução, se a Sérvia realmente quiser surpreender o Brasil novamente. Os sérvios precisarão ocupar o meio-campo, se quiserem ter chances de vencer a partida. Não poderão deixar Coutinho articular o jogo brasileiro.

Provavelmente, será mais um adversário a jogar com 5 no meio de campo. Sergej Milinkovic-Savic deve tentar fechar as linhas de passe do Brasil, impedindo a ligação entre os zagueiros e Casemiro. Nemanja Matic e Luka Milivojevic terão a tarefa de marcar Coutinho e Paulinho.

Duelo importante no lado esquerdo do Brasil

Para se classificar, não basta a Sérvia se defender, vai ser preciso agredir o Brasil. Um dos pontos ofensivos mais fortes dos comandados de Mladen Krstajic é justamente seu lado direito, que conta com a parceria entre Savic e Dusan Tadic. Certamente, os sérvios irão explorar o eventual espaço deixado pelas subidas de Marcelo ao ataque.

“O time brasileiro também tem suas fraquezas”, disse Savic com sua habitual confiança. “Se conseguirmos encaixar um contra-ataque, muitos dos adversários estarão em posições adiantadas no campo, por que é seu estilo de jogar. Tenho muitos brasileiros como companheiros de clube (Lazio) e sei como eles pensam – todos gostam de atacar, com menos foco na defesa. Esta pode ser nossa oportunidade”.

A torre Milinkovic-Savic e o perigo pelo alto

O meio-campista de 1,92 m tem tudo para ser crucial no jogo. Se conseguir impor sua fisicalidade, o jovem de 23 anos pode dar trabalho a Casemiro. Além de usar sua força e envergadura para retomar bolas, Savic pode fazer o papel de pivô, recebendo bolas longas da defesa e escorar para seus companheiros prosseguirem ao ataque com a posse.

Sergej Milinkovic-Savic pode dar dor de cabeça ao meio-campo brasileiro.

Além de Savic, a Sérvia possui outros jogadores altíssimos, o que pode se provar um perigo para o setor defensivo brasileiro. Tadic e Kolarov são especialistas em bolas paradas. Um cruzamento bem feito pode vir a ser letal, se bem aproveitado.

Média de altura das equipes:

Sérvia – 1,88 m
Brasil – 1,79 m

Média de sucesso em duelos aéreos:

Sérvia – 59%
Brasil – 53%

Provável escalação da Sérvia:

Vladimir Stojkovic; Antonio Rukavina, Branislav Ivanovic, Dusko Tosic e Aleksandar Kolarov; Nemanja Matic e Luka Milivojevic, Sergej Milinkovic-Savic, Dusan Tadic e Adem Ljajic; Aleksandar Mitrovic (4-5-1).

Ficha técnica do jogo:

Local: Spartak Stadium, em Moscou
Data e horário: quarta-feira, às 15h (de Brasília)
Arbitragem: Alireza Faghani, auxiliado por Reza Sokhandan e Mohammed Mansouri (todos do Irã)
Odds Betfair: Vitória do Brasil (6.0 – promoção) / Vitória da Sérvia (5.7)

 

Comentários

Botafoguense e apaixonado por Futebol.