Com o apoio em massa da torcida, Vasco tem dura missão de fazer ao menos 3 a 0 no Bahia

  • por Victor Gandra Quintas
  • 11 Meses atrás

Jogo entre cariocas e baianos vale pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil

Passada a Copa do Mundo da Rússia, é hora de voltarmos as nossas atenções para a disputa da Copa do Brasil. Acompanhar os melhores jogadores do planeta é ótimo, mas tenho certeza que você estava com saudade de vibrar e sofrer com o seu time do coração. Acertei? A bola rola já nesta segunda-feira, 16 de julho, às 20h, horário de Brasília. Vasco e Bahia fazem em São Januário o segundo jogo das oitavas de final do torneio. Vamos aproveitar este jogão para dar os nossos palpites com a ajuda do Oddsshark.com.

No duelo de ida, disputado na Arena Fonte Nova, em Salvador, no dia 9 de maio, os baianos deram um bom passo para chegarem às quartas ao vencerem os cariocas por 3 a 0. Ficou complicado para o Gigante da Colina, no entanto não é impossível reverter a situação. Para isso, é necessário vencer pelo mesmo placar para levar a decisão da vaga para as penalidades, ou 4 a 0 para classificar diretamente.

Bom, antes da pausa no nosso calendário, os dirigentes cruzmaltinos foram obrigados a trocarem de comando, já que Zé Ricardo pediu demissão após a derrota de 2 a 1, em casa, para o Botafogo. No lugar dele veio Jorginho, que já havia passado anteriormente pelo clube. O treinador teve um mês para trabalhar o elenco e repassar as suas ideias.

“O período foi importante, pois o grupo do Vasco mudou muito desde a minha passagem por aqui em 2016. Muitos jogadores que não tinham trabalhado estão aqui, então foi um tempo fundamental para que eu pudesse conhecê-los. Tive tempo para aprimorar a parte tática, dentro daquilo que acho ideal para a equipe. Falaram que iríamos jogar no 4-4-2, porém essa não é a realidade. Nossa formação é o 4-2-3-1, mas para defender iremos utilizar duas linhas de quatro bem montadinhas e organizadas. Procuramos aproveitar essas semanas para trabalhar em todos os setores, especialmente a parte física”, explicou Jorginho durante entrevista coletiva.

O comandante sabe que tem uma parada duríssima pela frente. “A primeira coisa que precisamos fazer é ganhar o jogo, principalmente no primeiro tempo. Se existe uma cobrança em cima do nosso time em relação ao resultado da primeira partida, a necessidade de ganhar por três ou quatro gols de diferença, existem também para o Bahia. A pressão existe para os dois lados. Precisamos saber trabalhar com essa situação. Pedi aos jogadores para terem o prazer de jogar. Nosso estádio vai estar praticamente lotado e a torcida vai estar presente. A pressão será grande. Precisamos fazer de São Januário realmente um Caldeirão.”

Na intertemporada, o Vasco contratou o lateral-direito Lenon, do Guarani, além do zagueiro colombiano Henríquez Dias, que estava no Sport. À princípio, somente o primeiro atleta fará a sua estreia na segunda-feira. Quem deixou São Januário foi o atacante Riasco, que foi para a China, o volante Bruno Paulista, que retornou ao Sporting de Portugal, além de Erazo e Wellington. O zagueiro não teve o seu destino definido até a publicação desta nota. O volante foi emprestado ao Atlético Paranaense.

De acordo com os números divulgados pelo Oddsshark.com para você fazer as suas apostas nos melhores jogos do futebol brasileiro, mesmo em desvantagem no confronto, o Vasco é visto como favorito para conseguir a vitória. A cota do time do Rio de Janeiro é de R$ 1,90 a cada real aplicado por você. Se o clube de origem portuguesa fizer exatamente o placar de 3 a 0, o rendimento sobe para R$ 15,00. O 4 a 0 coloca ainda mais grana no seu bolso: R$ 34,00.

Bahia

No outro lado do mata-mata, o Bahia precisa ter cuidado para não se enrolar e perder a boa margem de gols que tem. O Tricolor de Aço vem da perda do título da Copa do Nordeste diante de seu torcedor para o Sampaio Corrêa. O desempenho como visitante dos baianos não é nada bom. Nos últimos cinco jogos foram quatro resultados negativos e um positivo.

Para o goleiro Anderson, a sua equipe precisa esquecer o revés passado e ter atenção com o adversário. “Falei para eles, temos que ter tranquilidade, a torcida do Bahia não merece o que aconteceu sábado, mas o Vasco não quer saber disso. Se a gente não se preparar, vai encontrar dificuldades. Mas hoje vamos trabalhar e nos preparar para essa partida. A gente conhece o Jorginho, sabe que a equipe dele busca ter a posse de bola a todo momento para sair jogando e chegar no ataque. É marcar lá em cima, fazer o que o professor vem pedindo e buscar vencer.”

A última vez que o Bahia levou três gols foi no empate de 3 a 3 com o Botafogo, em casa, pelo Brasileirão de 2018. Ainda conforme o Oddsshark.com, um novo resultado positivo gera R$ 3,85.

Histórico de confrontos

Em 52 jogos realizados, a vantagem é do Bahia, com 21 vitórias, contra 14 triunfos do Vasco da Gama. Empates foram registrados 17. Quando o mando de campo foi vascaíno, em cinco oportunidades, o resultado que mais aconteceu foi a igualdade de 0 a 0. O Cruzmaltino não vence este adversário há três partidas. A vitória mais recente foi em 2017, pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro: 2 a 1, em São Januário.

Confira os jogos desta segunda-feira da Copa do Brasil:

20h – Vasco (R$ 1,90) x (R$ 3,85) Bahia. Empate: R$ 3,35

20h – Cruzeiro (R$ 1,48) x (R$ 6,75) Atlético Paranaense. Empate: R$ 3,95

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).