Copa do Brasil: Cruzeiro, em vantagem, tem tudo para vencer o Atlético Paranaense novamente

  • por Victor Gandra Quintas
  • 1 year atrás

Time do Sul tem bastante dificuldade de jogar longe da Arena da Baixada

Dono de um dos melhores times do nosso futebol, o Cruzeiro volta a entrar em ação já nesta segunda-feira, 16 de julho, pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Às 20h, horário de Brasília, a Raposa recebe o Atlético Paranaense no Mineirão. No primeiro compromisso deste mata-mata, os mineiros venceram por 2 a 1 na Arena da Baixada, em Curitiba, no dia 16 de maio.

Os donos da casa jogam por qualquer empate, enquanto que os visitantes precisam de um placar de dois gols de diferença para conseguirem a vaga nas quartas de maneira direta. Se o triunfo for por apenas um gol, a decisão vai para as disputas de penalidades máximas.

Durante a parada para a Copa do Mundo da Rússia, os comandados do técnico Mano Menezes fizeram dois amistosos com o Corinthians. Os resultados foram um empate de 2 a 2, em São Paulo, e uma derrota por 2 a 0, em Belo Horizonte. A grande novidade na intertemporada foi a contratação do atacante Hernán Barcos, ex-Palmeiras e Grêmio, que estava na LDU, do Equador. O argentino, por questões burocráticas, não vai estar em campo no início da semana. O zagueiro Digão acertou o seu retorno ao Fluminense. Quem deve jogar é o meia uruguaio De Arrascaeta. Esperava-se que ele nem voltasse ao Brasil depois da Copa, porém o seu desempenho na Celeste não foi tão positivo em relação ao esperado. Bom para a equipe brasileira, não é mesmo?

“Creio que ganhei muita experiência lá na Copa do Mundo. A expectativa realmente era muito grande, sabíamos que jogaríamos contra os melhores do mundo. Infelizmente, não deu como esperávamos. Mas precisamos estar preparados para esse momento, temos jogadores de muita qualidade, nosso time trocou a formação e, como falei, tudo é um aprendizado novo. Vamos seguir treinando e melhorando o que precisa melhorar”, explicou o atleta charrua.

Em jogos oficiais, o retrospecto azul diante de sua torcida é bastante positivo. Em 18 partidas, foram 14 resultados positivos, dois negativos e dois empates. O técnico Mano Menezes falou em conversa com os jornalistas sobre a retomada do calendário do futebol nacional.

“Depois da Copa, queira ou não, fica uma dúvida de como vamos nos apresentar. No caso do nosso adversário, o Atlético Paranaense, é pior ainda porque houve uma troca de técnico. É ruim não ter parâmetros, mas é assim. Já sabíamos que isto iria acontecer. Por isso procuramos fazer bons amistosos, para dar ritmo de jogo aos atletas. Vamos entrar em campo para confirmarmos a vantagem que construímos anteriormente”, disse.

Segundo o Oddsshark.com, o favoritismo cruzeirense é bem grande em relação ao adversário do Sul. O Cruzeiro paga R$ 1,48 a cada real aplicado por você nas casas de apostas.

No Furacão, agora sob o comando do técnico Tiago Nunes, segue sem poder contar com o atacante Marcelo Cirino e o meia Bruno Nazário, que ainda não estão regularizados na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A expectativa é para a participação do volante Wellington, emprestado pelo Vasco da Gama, já que ele vinha treinando constantemente. Recuperados de lesão estão o zagueiro Paulo André e o meia Lucho González.

A provável escalação atleticana é: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Wanderson (ou Paulo André) e Thiago Carleto; Camacho, Bruno Guimarães e Matheus Rossetto; Nikão, Pablo e Bergson. A formação do Cruzeiro não havia sido divulgada até a divulgação deste texto.

Olha, uma vitória simples dos rubro-negros pode encher o seu bolso. Os caras rendem R$ 6,75 por 1. Se ambos os times balançarem as redes, a cota a ser paga é de R$ 2,10. Se não, o valor cai para R$ 1,64, indica o Oddsshark.com. O triunfo de 1 a 0 dos visitantes está avaliado em R$ 15,00 nos sites de apostas. Na atual temporada, o clube de Curitiba ainda não conseguiu sair de campo com o resultado positivo.

Histórico de confrontos

Os cruzeiro conquistou ao longo do tempo 25 vitórias, 10 a mais que o Atlético Paranaense. Empates foram registrados 18. O maior placar construído pelos mineiros jogando como mandante aconteceu no Campeonato Brasileiro de 1992. Na ocasião, eles aplicaram a goleada de 4 a 0. O troco do time vermelho e preto veio há dois anos, pela mesma competição, no triunfo visitante de 3 a 0. Em Minas, o marcador que mais se repetiu, cinco vezes, foi o de 1 a 0 para a Raposa. Já sabe qual vai ser o seu palpite? Qualquer dúvida, é só consultar o  Oddsshark.com.

Confira os jogos desta segunda-feira da Copa do Brasil:

20h – Vasco (R$ 1,90) x (R$ 3,85) Bahia. Empate: R$ 3,35

20h – Cruzeiro (R$ 1,48) x (R$ 6,75) Atlético Paranaense. Empate: R$ 3,95

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).