França não é só favorita para vencer a Bélgica, como também para ser campeã da Copa

  • por Victor Gandra Quintas
  • 2 Meses atrás

Os Le Bleus contam com o jovem Mbappé em alto nível nos campos da Rússia

Se tem uma seleção que é temida por nós, brasileiros, é a França. Em três edições de Copa do Mundo ela nos fez chorar em três oportunidades: 1986, 1998, e 2006. Lembra? Agora, os Le Bleus estão na semifinal do Mundial da Rússia para buscarem a sua terceira final e o segundo título. Eles encaram a Bélgica nesta terça-feira, 10 de julho, às 15h, horário de Brasília, na cidade de São Petersburgo.

Antes do começo do maior evento esportivo do planeta, os principais analistas de futebol citavam a França como um dos times mais perigosos e talentosos. Não deu outra. Os caras têm muita qualidade em diversas posições, principalmente no ataque. Não é por nada que eles ocupam a primeira colocação na lista de favoritos para ficar como título, pagando R$ 3,00 a cada real aplicado por você nas apostas online. De fato, os campeões de 1998 estão mostrando um belo desempenho dentro das quatro linhas. É uma boa opção de investimento.

Campanha

A França não jogou um futebol vistoso na primeira fase, na disputa do Grupo C, porém apresentou o suficiente para ficar na liderança. Foram conquistados sete pontos em dois triunfos sobre Austrália (2 a 1) e Peru (1 a 0), além de um empate com a Dinamarca (0 a 0). Por conta de toda a expectativa criada, críticas foram feitas aos comandados do treinador Didier Deschamps.

Para os duelos eliminatórios, o time adotou uma outra postura, mas sem esquecer as suas características. Logo nas oitavas de final, a adversária foi a Argentina, que viveu uma crise sem tamanho, mas que tinha o peso de toda a sua tradição e de ser bicampeã mundial. Os europeus saíram na frente e levaram a virada de 2 a 1 depois, no entanto, o que mais me chama atenção foi em que nenhum momento a equipe se desestabilizou emocionalmente – bem diferente da Seleção Brasileira. Parecia que estava na frente do placar.

Depois, nas quartas, o oponente foi o Uruguai, com a sua defesa forte e bem fechada para os ataques rivais. Até o dia deste jogo, a Celeste tinha levado apenas um gol. Isso não foi problema para os franceses. Eles dominaram completamente os sul-americanos e venceram por 2 a 0. De acordo com o Oddsshark.com, a passagem para a finalíssima do dia 15 de julho, às 12h, no Estádio Lujniki, em Moscou, está avaliada em R$ 1,72. A eliminação paga R$ 2,10.

Provável escalação: Lloris; Lucas Hernández, Umtiti, Varane e Pavard; Tolisso (Matuidi), Kanté e Pogba; Griezmann e Mbappé; Giroud. A dúvida de Didier Deschamps é se mantém Tolisso no time. Contra os uruguaios, ele foi muito bem. Matuidi está liberado para entrar em campo depois de cumprir suspensão pelo segundo cartão amarelo.

O cara

Apenas com 19 anos, o meia-atacante Kylian Mbappé, craque do Paris Saint-Germain (PSG), vem fazendo uma Copa extremamente positiva. Com três gols marcados até agora, ele está na briga para ficar com a artilharia. Para isso, será necessário superar o inglês Harry Kane, líder com seis tentos marcados. Caso consiga o prêmio de Chuteira de Ouro, o Donatello proporcionará o retorno de R$ 26,00 por 1.

Agora, se ser o goleador máximo não é tarefa simples, ser escolhido o craque do Mundial é bem possível. Mbappé, ao lado de Kane, é o favorito. Você bota R$ 4,50 no bolso se faturar a Bola de Ouro. Um gol diante dos belgas gera R$ 3,10. O ponto forte do francês é a sua arrancada, o que faz ele ser comparado a Ronaldo Fenômeno em seus áureos tempos. O moleque é liso e mortal, meu amigo! Olho nele, hein!

Outros destaques

Quem também disputa a artilharia é o atacante Antoine Griezmann, do Atlético de Madrid. Com três gols, o colchonero não está fazendo uma Copa do Mundo de encher os olhos, porém vem ajudando no mata-mata com os seus golzinhos. Foi assim tanto contra a Argentina quanto com o Uruguai. Griezmann também renderá R$ 26,00, igual o Mbappé.

Outro que merece ser lembrado é o volante N’Golo Kanté. O cara é um monstro – no melhor sentido da palavra – na marcação do meio-campo. É muito difícil alguém passar por ele com a bola. O jogador do Chelsea tem um baita fôlego, indo de um campo ao outro.

Palpites para o duelo com a Bélgica

Conforme as indicações do Oddsshark.com, os franceses são apontados como favoritos para vencerem o duelo desta semana. Eles geram o valor de R$ 2,55, R$ 0,55 a menos que o adversário. Olha, uma classificação para a final vinda na prorrogação ou nos pênaltis tem a cota de R$ 11,00 para ambas as possibilidades. Uma vitória no primeiro tempo e uma derrota no segundo deixa você com magníficos R$ 34,00, ainda conforme Oddsshark.com. Para você entender melhor como funciona o mundo das apostas, acesse este link aqui

Histórico de confrontos

Ao longo da história foram contabilizados 73 duelos. A Bélgica tem uma vantagem de 30 vitórias, contra R$ 24 resultados positivos da França. Empates foram registrados 19. A partida mais recente aconteceu em um amistoso no dia 7 de junho de 2015. Na ocasião, os belgas venceram por 4 a 3, no Stade de France, em Paris.

Confira as cotas para as semifinais da Copa do Mundo:

Terça-feira (10 de julho)

15h – França (R$ 2,55) x (R$ 3,10) Bélgica. Empate: R$ 3,25

Quarta-feira (11 de julho)

15h – Inglaterra (R$ 2,37) x (R$ 3,50) Croácia. Empate: R$ 3,10

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).