Números, fatos e curiosidades de Brasil 1 x 2 Bélgica

A eliminação brasileira garantiu mais um título mundial para a Europa, já que são desse continente as seis equipes ainda restantes na competição. Será a quinta vez que todos os semifinalistas serão europeus. Será o quarto título do continente, que até 2010 só havia ganhos títulos consecutivos em 1934-38.


Um fato passou despercebido por alguns: será a PRIMEIRA VEZ que as semifinais não contam com pelo menos uma seleção dentre Alemanha, Argentina e Brasil. E a segunda vez que nem Alemanha nem Brasil estarão nessa fase (a outra foi em 1930).

Além disso, será a terceira vez que os semifinalistas de uma Copa são todos diferentes dos semifinalistas da Copa anterior. As outras vezes foram em 1934 e 1966.

Fatos relacionados à história das Copas

– Os belgas já marcaram gols nesse Mundial com 9 diferentes jogadores. Apenas a França, em 1982, e a Itália, em 2006, tiveram mais goleadores: 10.

– Eden Hazard deu 10 dribles contra o Brasil, com 100% de eficiência. É um recorde para um jogo de Copa.


– O Misterchip chamou a atenção para um fato bastante curioso.


– A Bélgica é apenas a sétima seleção a vencer as cinco primeiras partidas em uma Copa do Mundo. Dessas, apenas o Brasil, em 1970 e 2002, foram campeões, vencendo todas as suas partidas restantes, inclusive.

– O técnico espanhol da Bélgica, Roberto Martinez, tornou-se o primeiro treinador estrangeiro a dirigir uma seleção às semifinais de um Mundial desde Felipão, com Portugal, em 2006.

Fatos relacionados ao confronto e à Copa de 2018

– Brasil e Bélgica tinham se enfrentado quatro vezes antes dessa sexta.

– Kevin De Bruyne se tornou o 100º jogador a marcar nessa Copa, excluídos os gols contra. Ele marcou também o 150º gol do Mundial da Rússia e o quinto belga a marcar em 2014 e 2018.

– As nove defesas de Courtois foram um recorde nesse Mundial.

– Coutinho e Hazard são dois dos três jogadores com pelo menos dois gols e duas assistências nessa Copa.

– Na Copa de 2018, os gigantes Brasil, Alemanha e Argentina foram eliminados no mesmo estádio.

Fatos relacionados ao Brasil

– O Brasil igualou a Alemanha como a seleção com mais partidas em Copas: 109.

– O Brasil chegou à sua quarta eliminação seguida para equipes europeias em mata mata. Além disso, perdeu também a decisão de terceira lugar para a Holanda, em 2014, significando que desde o pentacampeonato mundial o Brasil perdeu todos os seus confrontos eliminatórios contra equipes europeias. A última vez que a Seleção Brasileira perdeu para um não-europeu em Mundial foi em 1990 (Argentina).

– Das 18 derrotas brasileiras em Copas, 16 foram para seleções europeias.

– Fernandinho foi o segundo jogador brasileiro a fazer gol contra em Mundiais, depois de Marcelo, em 2014, contra a Croácia, na estreia da Seleção. O Brasil não sofria gols há 323 minutos.

– A última derrota de Neymar com o Brasil havia sido na Copa América de 2015, contra a Colômbia.

–  A última eliminação do Brasil para uma equipe que nunca foi campeã continental ou mundial havia sido em 1954, contra a Hungria. Porém, os hungaros haviam vencido os Jogos Olímpicos, dois anos antes.

– Em sete oportunidades o Brasil perdia por dois gols de diferença após meia hora de jogo, e em todas essas vezes foi derrotada. O preocupante é que nas últimas três partidas de mata mata em Copas o fato aconteceu três vezes.


– Na era Tite, o Brasil sofreu dois gols em uma mesma partida pela primeira vez. Eram apenas 6 gols sofridos em 25 jogos até essa sexta-feira. O time só havia saído atrás anteriormente em dois confrontos: Uruguai (Eliminatórias) e Argentina (amistoso).

– Renato Augusto foi o segundo jogador substituto do Brasil a marcar gol em um mata mata de Copa. O primeiro foi Firmino, nas oitavas de final.

Fatos relacionados à Bélgica

– A Bélgica repete 1986 e chega pela segunda vez a uma semifinal de Copa do Mundo. Naquela ocasião, apenas Vincent Kompany tinha nascido, do atual elenco belga.

– Os belgas estão invictos há 24 partidas, com 19 vitórias e 5 derrotas, alcançando a Espanha (também 24 jogos invicta atualmente).

– Os belgas têm agora 4 vitórias e 6 derrotas contra campeões mundiais.


– Em mata matas contra equipes sul-americanas, foi apenas a primeira classificação belga em quatro confrontos.

– Os belgas nunca haviam vencido cinco partidas em uma só Copa. Já é a quinta maior sequência de vitórias seguidas.

– Quando De Bruyne marcou, os belgas nunca perderam.

– Courtois se igualou a Pfaff como o goleiro com mais jogos pela Bélgica em Mundiais.

– A Bélgica foi favorecida com um gol contra pela segunda vez.

– Uma última curiosidade envolve Thierry Henry, carrasco brasileiro mesmo após se aposentar da Seleção Francesa.

 

Comentários

Sergio Rocha é torcedor do Madureira e sempre teve o sonho de escrever sobre esportes em geral, embora tenha optado pela carreira de engenheiro civil. No "currículo", cadernos recheados de resultados esportivos e agendas da década de 90, quando antes da internet acessava rádios de diversos locais do país buscando os resultados esportivos do Acre à Costa Rica. Além de fanático por futebol, é fanático por praticamente todos os esportes, e no tempo livre que sobra sempre busca os últimos resultados esportivos do PGA Tour ou dos futures da ATP. Além disso, coleciona quadrinhos da Disney e é louco por astronomia.