Números, fatos e curiosidades de Colômbia 1 x 1 Inglaterra (3×4)

As oitavas de final viram três partidas indo para os pênaltis pela primeira vez. Na última delas, Ospina até pegou primeiro, mas dois colombianos perderam e fizeram a Inglaterra quebrar sua “maldição dos pênaltis” em Copas.

Fatos relacionados à história das Copas

– José Pekerman se igualou a Carlos Bilardo como o treinador sul-americano com mais partidas em Mundiais: 14.

Fatos relacionados ao confronto

– Ingleses e colombianos fizeram sua sexta partida entre eles nessa terça-feira. Nunca os sul-americanos venceram. Em Copas, foi o segundo.

– O confronto teve 8 cartões, recorde desse Mundial. A Colômbia recebeu 6, também um recorde em 2018.

– A partida envolveu os dois únicos jogadores que marcaram mais de um gol de cabeça nesse Mundial: Yerry Mina (3) e John Stones (2).

– Foi em um Inglaterra x Colômbia, disputado em 1995, que Higuita fez o famoso lance do escorpião.

Fatos relacionados à Inglaterra

– A Inglaterra se isolou como a sétima seleção que mais marcou gols em Mundiais (87), ultrapassando Hungria e Uruguai. Os 9 gols marcados nesse Mundial já são a segunda melhor marca da equipe, abaixo apenas de 1966 (11 gols marcados em 6 partidas).

– Os ingleses não tinham chegado às quartas de final nas últimas duas Copas, mas são a terceira equipe que mais atingiram tal fase, abaixo apenas de Brasil e Alemanha.

– A Inglaterra sofreu um gol nos acréscimos do segundo tempo pela primeira vez em Copas.

– Só Espanha (15) e França (12) têm mais gols de pênaltis em Mundiais que a Inglaterra (11). Os 11 gols foram convertidos em 11 cobranças marcadas a favor dos ingleses, um aproveitamento de 100%.

Fatos relacionados à quebra da maldição inglesa dos pênaltis

– Os ingleses venceram sua primeira disputa por pênaltis em Copas do Mundo. Eram três derrotas até hoje. Considerando Mundiais e Euros, são agora duas vitórias em oito disputas.

– Jordan Pickford foi apenas o segundo goleiro inglês a defender uma cobrança na disputa de pênaltis em Copas.

– Nas últimas 12 disputas, o time que perdera o primeiro pênalti havia sido derrotado, tabu quebrado nessa partida. Além disso, foi apenas a terceira vez que uma seleção que estava abaixo no placar após o mesmo número de pênaltis batidos virou a disputa.

– Essa é curiosa: nas quatro disputas de pênaltis inglesas em Copas, sempre o número 8 (ontem Jordan Henderson) não converteu sua cobrança. Aconteceu antes com Chris Waddle (1990), David Batty (1998) e Frank Lampard (2006).

Fatos relacionados aos gols de Harry Kane

– Harry Kane se igualou a Gary Lineker (1986) como o maior goleador inglês em um Mundial.

– Ele é também o único inglês a marcar em suas três primeiras partidas em Mundiais. O recorde de sequência de partidas marcando é ainda maior quando se considera todas as partidas.

– Harry Kane alcançou Diego Maradona e se tornou o jogador com mais gols marcados como capitão na histórias do Mundiais (6).

– Só Eusébio, em 1966, e Rensenbrik, em 1978, marcaram mais gols de pênaltis em um Mundial que o inglês.

– Ele é também um dos sete jogadores que marcaram 6 vezes nas suas três primeiras partidas de Mundiais.

Fatos relacionados à Colômbia

– Juan Guillermo Cuadrado e David Ospina chegaram a nove partidas pela Seleção Colombiana, atrás apenas de Rincón e Valderrama na lista dos jogadores com mais partidas pela seleção em Mundiais.

– Juan Cuadrado chegou à sua quinta assistência em Copas.

– José Pekerman tem 6 vitórias e 3 empates contra equipes europeias treinando a Colômbia.

Fatos relacionados ao gol de Yerry Mina

– Com os três gols na Rússia, Yerry Mina se tornou o segundo maior artilheiro colombiano em Copas, atrás apenas da James Rodríguez, que fez 6 no Brasil/2014.

– Mina é o primeiro jogador a marcar três vezes de cabeça em uma Copa desde Miroslav Klose, em 2002. É apenas o segundo sul-americano a atingir tal feito (Vavá o fez em 1962).

Marcaron 3+ goles de cabeza en una misma edición de la Copa del Mundo:


– Além disso, ele é o primeiro zagueiro a marcar três vezes em um Mundial desde o alemão Andreas Brehme, em 1990, e o único defensor a marcar em três partidas consecutivas.

 

Comentários

Sergio Rocha é torcedor do Madureira e sempre teve o sonho de escrever sobre esportes em geral, embora tenha optado pela carreira de engenheiro civil. No "currículo", cadernos recheados de resultados esportivos e agendas da década de 90, quando antes da internet acessava rádios de diversos locais do país buscando os resultados esportivos do Acre à Costa Rica. Além de fanático por futebol, é fanático por praticamente todos os esportes, e no tempo livre que sobra sempre busca os últimos resultados esportivos do PGA Tour ou dos futures da ATP. Além disso, coleciona quadrinhos da Disney e é louco por astronomia.