Números, fatos e curiosidades de Uruguai 0 x 2 França

Os franceses impuseram aos uruguaios sua primeira derrota na competição e foram a primeira seleção a se classificar às semifinais da Copa. Confira os principais números, fatos, dados e curiosidades da partida.

Fatos relacionados à história das Copas

– Apenas a Holanda, em 1974, tinha vencido partidas contra três equipes sul-americanas em um Mundial (Uruguai, Brasil e Argentina). Em 2018, os franceses derrotaram peruanos, argentinos e uruguaios.

– O Misterchip levantou um dado bem curioso sobre a rivalidade da cidade de Madri.


Fatos relacionados ao confronto

– Antes da partida de hoje, os uruguaios estavam invictos frente aos franceses em Copas. O último gol marcado no confronto havia sido do uruguaio Julio Cesar Cortes, em 1966. Foram 278 minutos sem gols desde então.

– Considerando todas as partidas, eram 3 vitórias uruguaias e 4 empates e a França não marcava no Uruguai há 523 minutos, desde um amistoso em 1985.

– Curiosamente, a primeira partida de Didier Deschamps como técnico francês havia sido contra os uruguaios, em 15 de agosto de 20012.

– O duelo foi entre duas equipes que estavam invictas há um bom tempo. O Uruguai havia ganho suas últimas sete partidas, enquanto a França agora não perde há 9 jogos.

Fatos relacionados ao Uruguai

– O Uruguai terminou a Copa com sua melhor defesa, ao lado de 1930, com apenas 3 gols sofridos.

– Fernando Muslera se despediu da Copa como o uruguaio com mais partidas em Mundial. Isolou-se ainda como o uruguaio com mais jogos em grandes competições.

– Os uruguaios tinham vencido suas quatro últimas partidas contra europeus em Copas.

– Oscar Tabarez encerrou sua participação com 20 partidas em Mundiais.


– Luis Suárez sequer tocou na bola na área francesa na partida de hoje.

– Diego Godín capitaneou a Seleção Uruguaia por 8 partidas de Copas, recorde para seu país.

Fatos relacionados à França

– Os franceses se classificaram às semifinais pela sexta vez. É a quarta seleção com mais semifinais, atrás de Alemanha (13), Brasil (11) e Itália (8).

– Os franceses não perdem um duelo eliminatório para uma equipe não-europeia há 60 anos, desde a derrota por 5×2 para o Brasil, em 1958.  Contra sul-americanos são 6 classificações e apenas uma eliminação em toda a história.

– A invencibilidade francesa contra equipes da Conmebol chegou a 10 partidas (6 vitórias e 4 empates), desde a derrota para a Argentina em 1978.

– Contra campeões do mundo, os franceses tem um retrospecto bastante equilibrado.

– Os franceses são a única seleção europeia a alcançar as quartas de final dos últimos quatro grandes torneios (duas Euros e dois Mundiais). São também a quarta equipe a eliminar campeões mundiais tanto nas oitavas quanto nas quartas de uma Copa.

– Pela primeira vez desde 2006, dois franceses marcaram pelo menos 3 gols na Copa: Griezmann e Mbappé já tem três.

– Griezmann chegou ao seu sétimo gol em grandes competições, igualando-se a Zidane.

– Os franceses venceram todas as 16 partidas em que Griezmann marcou gol.

– A última vez que um francês tinha marcado gol e feito assistência em um jogo de Copa havia sido em 2006.

– Os franceses já atingiram sua melhor marca de gols em mata-mata, 6, assim como fizeram em 1998 e 2006.

 

Comentários

Sergio Rocha é torcedor do Madureira e sempre teve o sonho de escrever sobre esportes em geral, embora tenha optado pela carreira de engenheiro civil. No "currículo", cadernos recheados de resultados esportivos e agendas da década de 90, quando antes da internet acessava rádios de diversos locais do país buscando os resultados esportivos do Acre à Costa Rica. Além de fanático por futebol, é fanático por praticamente todos os esportes, e no tempo livre que sobra sempre busca os últimos resultados esportivos do PGA Tour ou dos futures da ATP. Além disso, coleciona quadrinhos da Disney e é louco por astronomia.