Números, fatos e curiosidades de Uruguai 2 x 1 Portugal

O Uruguai eliminou Portugal de Cristiano Ronaldo e se classificou às quartas de final, quando fará um clássico entre ex-campeões com a França. Confira os melhores dados, fatos e curiosidades de Uruguai 2×1 Portugal.

Fatos relacionados à história das Copas

– Cristiano Ronaldo se tornou o jogador europeu que mais disputou partidas de grandes competições (Copa do Mundo e Euro), ao lado de Bastian Schweinsteiger.

– A dupla Suarez/Cavani já combinou para 4 gols em Copas. É a segunda maior marca desde 1966, quando as assistências começaram a ser contabilizadas.

 

Fatos relacionados ao confronto

– Uruguai e Portugal tinham feito apenas dois amistosos antes da partida desse sábado. Em 1966, os portugueses tinham vencido por 2×0, enquanto em 1972 aconteceu um empate em um gol.

– A partida foi também um duelo entre Cristiano Ronaldo e Luis Suárez. O uruguaio chegou à sua quinta vitória contra o português e desempatou o confronto entre eles.

Fatos relacionados ao Uruguai

– A única vez que o Uruguati tinha vencido suas quatro primeiras partidas em um Mundial foi em 1930, quando se sagrou campeão.

– Os uruguaios acumulavam 4 derrotas consecutivas contra europeus em fases de mata mata realizadas na Europa. Sua última vitória em tais condições havia sido contra a Inglaterra (4×2), nas quartas de final de 1954, na Suíça.

– Em contrapartida, os uruguaios já acumulam quatro vitórias consecutivas contra europeus: 2×1 na Inglaterra e 1×0 na Itália, em 2014, e 3×0 na Rússia e 2×1 em Portugal, em 2018.

– Os uruguaios se classificaram às quartas de final de um Mundial pela quinta vez: 1954, 1966, 1970, 2010 e 2018. Nos dois anos em que foi campeão, 1930 e 1950, o torneio mundial não teve essa etapa.

– Edinson Cavani foi o quinto uruguaio a fazer um doblete em fase de mata mata de um Mundial.


– O gol de Cavani foi o terceiro mais rápido do Uruguai em Copas.

– Só nessa Copa, o Uruguai já passou mais partidas sem tomar cartão que em todos os seus 28 jogos anteriores de Copa.

– Os uruguaios não sofriam um gol desde o jogo com a Áustria (1×2), em 14 de novembro de 2017. Até o gol de Pepe, foram 597 minutos de invencibilidade. Em Copas, a invencibilidade foi de 265 minutos (sua melhor marca foi 390 minutos).

– Oscar Tabárez se isolou como o sexto técnico com mais partidas em Copas, 19. Considerando técnicos que treinaram apenas uma seleção, ele fica atrás apenas de  Schön (25) e Zagallo (20).


– Uma estatística curiosa marcou o primeiro gol de Cavani.

– Fernando Muslera se isolou como o jogador uruguaio com mais partidas em Copas (15), seguido por Cavani (14) e Diego Godín (13).

– Ele se tornou o terceiro goleiro a ficar invicto por 300 minutos por mais de uma oporunidade em Copa. Foram 337 minutos em 2010 e 365 em 2018.

 

Fatos relacionados a Portugal

– Fernando Santos perdeu apenas sua segunda partida em 33 jogos pela Seleção Portuguesa. Com Cristiano Ronaldo em campo, Portugal tinha 31 partidas invictas.

– Portugal não perdia em fases finais de competições (Copa, Euro e Copa das Confederações) há 17 partidas, desde a derrota para a Alemanha (0x4) em 2014. Porém, em suas últimas 14 partidas de Mundial, os portugueses só tinham vencido três: 7×0 na Coréia do Norte (2010), 2×1 em Gana (2014) e 1×0 em Marrocos (2018).

– O alagoano Pepe se tornou o jogador português mais velho a marcar em Mundiais. Nesse torneio, Cristiano Ronaldo e Ricardo Quaresma já tinha assumido a “liderança” da lista.


– Ele se tornou também o quarto português a marcar tanto em Mundiais quanto em Euro e Copa das Confederações.

Fatos relacionados às eliminações de CR7 e Messi

– Pela primeira vez, Cristiano Ronaldo e Messi foram eliminados de uma competição no mesmo dia.

– Tanto o português quanto o argentino nunca fizeram sequer um gol em fases mata mata de Copas do Mundo.


– Pela segunda vez na história, os dois melhores jogadores do mundo não levaram suas equipes sequer às quartas de final da Copa.

Comentários

Sergio Rocha é torcedor do Madureira e sempre teve o sonho de escrever sobre esportes em geral, embora tenha optado pela carreira de engenheiro civil. No "currículo", cadernos recheados de resultados esportivos e agendas da década de 90, quando antes da internet acessava rádios de diversos locais do país buscando os resultados esportivos do Acre à Costa Rica. Além de fanático por futebol, é fanático por praticamente todos os esportes, e no tempo livre que sobra sempre busca os últimos resultados esportivos do PGA Tour ou dos futures da ATP. Além disso, coleciona quadrinhos da Disney e é louco por astronomia.