Precavido contra a temida altitude, Vasco precisa novamente se superar para vencer a LDU na Sul-Americana

  • por Victor Gandra Quintas
  • 11 Meses atrás

Cariocas terão importantes jogadores poupados no duelo de ida da segunda fase do torneio

Em cerca de uma semana, os vascaínos terão disputado três competições: Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana. Maratona complicada para um clube que não conta com um vasto elenco cheio de qualidade técnica. Cabe ao técnico Jorginho fazer as escolhas certas para que o time tenha bons desempenho em todas as frentes.

Nesta quarta-feira, 25 de julho, às 19h30, horário de Brasília, o Cruzmaltino encara a LDU na complicada cidade de Quito, no equador, situada a 2,850m acima do nível do mar. É aquela velha história: quem não está acostumado sente bastante a falta de ar e pena para se adaptar. A partida vale pela ida da segunda-fase do segundo torneio de clubes mais importante da América do Sul.

Para o complicado compromisso, está certo que o zagueiro Breno – que vem sendo um leão dentro de campo –, o meia Yago Pikachu, e o volante Leandro Desábato serão poupados por conta da grande quantidade de jogos em pouco tempo de recuperação. O zagueiro Paulão nem viajou, já que pediu para ter o contrato rescendido. Quem volta e deve ser titular é o meio-campista Wagner. No domingo passado, na heroica vitória de 1 a 0 sobre o Grêmio pela 14ª rodada do Brasileirão, ele não jogou por conta do terceiro cartão amarelo.

Animado e embalado, o meia Andrey falou durante a entrevista coletiva sobre a importância do resultado positivo conquistado no fim de semana. “Foi uma vitória muito importante para o nosso grupo e que nos trouxe ainda mais confiança para a sequência da temporada.  Trouxemos de volta para o nosso lado a torcida, que depois daquele jogo de quinta-feira com o Fluminense ficou bastante chateada. Vamos muito fortes para essa partida da LDU, principalmente porque vencemos o Grêmio, que é uma equipe qualificada e atual campeã da Libertadores. Estamos muito confiantes e tenho certeza que faremos um grande jogo lá no Equador durante nossa estreia na Sul-Americana.”

Os jogadores selecionados para a viagem ao Equador são: Fernando Miguel, Gabriel Félix e Martín Silva, os goleiros; Henrique, Luan e Luiz Gustavo, os laterais; Ricardo Graça e Oswaldo Henríquez, os zagueiros; Andrey, Bruno Cosendey, Bruno Silva e Raul, os volantes; Evander, Giovanni Augusto, Lucas Santos, Thiago Galhardo e Wagner, os meias; e Andrés Ríos, Caio Monteiro, Kelvin, Marrony e Paulo Vitor, os atacantes.

O Gigante da Colina não sabe o que é vencer longe de São Januário há três partidas. Nos cinco compromissos mais recentes foram duas derrotas, dois empates e um triunfo. Curiosamente, esta vitória foi em um jogo internacional, no 2 a 0 sobre a Universidade de Chile, em Santiago, pela última rodada da fase de grupos da Taça Libertadores da América deste ano.

Vale lembrar que quando jogou na altitude, nesta temporada, contra o Jorge Wilstermann, da Bolívia, na cidade de Sucre, os cariocas foram goleados por 4 a 0, em fevereiro, na partida de volta da Libertadores. Na ida, uma semana antes, eles venceram pelo mesmo placar. A vaga veio nas disputas de pênaltis.

De acordo com o Oddsshark.com, a vitória vascaína por qualquer placar está avaliada em R$ 9,00 a cada real aplicado por você nas apostas online.

LDU

Do outro lado do embate, a Liga Deportiva do Equador não vem de resultados positivos. São três jogos seguidos sem triunfo, sendo duas derrotas e um empate. Dentro de casa, na Casa Blanca, no último dia 15, revés de 2 a 0 para o Deportivo Cuenca. Na segunda fase do campeonato nacional, os Los Albos ocupam a 11ª colocação, a penúltima, sem nenhum ponto conquistado em apenas uma rodada jogada. Na primeira fase, o time branco ficou na liderança com 46 pontos.

Na etapa da atual edição da Sul-Americana, os equatorianos, em casa, venceram o Guabirá, do futebol boliviano, pelo placar de 2 a 1. Fora, derrota de 3 a 2, porém a classificação foi possível por conta dos gols marcados no domínio rival.

Quem está na LDU e é conhecido no Rio de Janeiro é o meio-campista Orejuela, ex-Fluminense, Lembra dele? Até o momento, ele participou de 24 partidas e não marcou nenhum gol, além de ter levado quatro cartões amarelos.

Ainda conforme o Oddsshark.com, como é esperado, os anfitriões são vistos como favoritos, estando avaliados em R$ 1,44 por 1. O empate paga R$ 3,80.

Mais palpites

Será a primeira vez que LDU e Vasco vão se encontrar dentro das quatro linhas. Caso as duas equipes balancem as redes, o valor de retorno para você é de R$ 2,50, indica o Oddsshark.com. Agora, se os brasileiros fizeram gols e vencerem o duelo, a cota aumenta absurdamente para R$ 21,00.

Confira as cotas dos jogos desta semana da Sul-Americana:

Terça-feira (24 de julho)

19h30 – Huancayo (R$ 1,36) x (R$ (R$ 9,50) Caracas. Empate: R$ 4,33

21h45 – Junior Barranquilla (R$ 1,55) x (R$ 6,50) Lanús. Empate: R$ 3,60

Quarta-feira (25 de julho)

19h30 – LDU (R$ 1,44) x (R$ 9,00) Vasco. Empate: R$ 3,80

21h45 – Bahia (R$ 1,30) x (R$ 13,00) Cerro. Empate: R$ 4,50

21h45 – Boston River (R$ 2,60) x (R$ 2,90) Banfield. Empate: R$ 3,00

Quinta-feira (26 de julho)

19h30 – Atlético Paranaense x Peñarol*

21h45 – Diáz x Millonarios*

21h45 – San Lorenzo x Deportes Temuco*

*Até a publicação deste texto, não havia cotas para estes jogos.

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).