Vitória da Bélgica sobre a favorita França na semifinal da Copa rende mais de R$ 3,00 por 1

  • por Victor Gandra Quintas
  • 10 Dias atrás

Belgas vivem o melhor momento da história de seu país no futebol

Finalmente chegou o momento da Bélgica, com a sua melhor geração de todos os tempos, se colocar como protagonista no futebol mundial. O Diabos Vermelhos são semifinalistas da Copa do Mundo da Rússia depois de terem eliminado o Brasil, visto como a seleção favorita ao título. Agora, nesta terça-feira 10 de junho, às 15h, horário de Brasília, eles encaram a poderosa e também favorita França, em São Petersburgo.

Para comandar craques como Romelu Lukaku, Kevin De Bruyne e Eden Hazard, o escolhido foi o treinador espanhol Roberto Martínez. A possível conquista belga é cotada, de acordo com o Oddsshark.com, em R$ 3,75, R$ 0,75 a mais que os franceses. Para chegar à final, dia 17 de julho, às 12h, a cota é menor, de R$ 2,10, enquanto que uma eliminação gera R$ 1,72 a cada real aplicado por você nas apostas esportivas.

Os caras

No início do parágrafo anterior, citamos três dos principais jogadores da equipe dos Países Baixos. Eles são fundamentais para o sucesso ofensivo. Lukaku, por exemplo, com quatro gols marcados, é o vice-artilheiro do Mundial e tenta alcançar o inglês Harry Kane, com seis tentos, para ficar com a Chuteira de Ouro. Caso fature o prêmio, o representante do Manchester United propicia o retorno de R$ 11,00, indica o Oddsshark.com. Contra nós, ele não balançou a rede do goleiro Alisson, mas foi fundamental no contra-ataque que resultou no segundo gol anotado por De Bruyne.

Hazard, apesar de ser mais modesto no quesito gols marcados, é o típico jogador que desconcerta as defesas com a sua habilidade e os seus dribles. Ele parte para cima dos adversários, com tudo e sem medo.

Já Kevin De Bruyne, eita atleta bom de bola, cara. O jogador do Manchester City é muito criativo e bate na bola como ninguém. É só ver a finalização na partida das quartas de final. Falando rapidamente do setor defensivo, grande parte do mérito deve ser dado ao goleiro Thibaut Courtois, do Chelsea. Com uma boa envergadura, ele fecha a baliza e busca as bolas independente onde ela esteja. Vai ser um belo duelo contra Giroud, Mbappé e Griezmann.

A provável escalação da Bélgica é: Courtois; Vertonghen, Vermaelen, Kompany e Alderweireld; Witsel, Chadli e Fellaini, Hazard, Lukaku e De Bruyne.

Com a moral em dia

Em entrevista coletiva, o meio-campista Chadli perguntado sobre o fato de jogar contra a França, muito elogiada pela crítica, respondeu. “Se você consegue vencer o Brasil, não deve ter medo de ninguém. Respeitamos a todos, mas se nós jogarmos com medo, não seremos capazes de vencer a França.”

Ele também elogiou Mbappé e os demais jogadores franceses. “A velocidade, potência e qualidade de Mbappé é especial. Esses atributos em um jogador tão jovem só tinha visto no Messi. É equipe com qualidade. Tem qualidade nos lados, no meio também, joga bem no contra-ataque”, concluiu.

Palpites

Novamente segundo o Oddsshark.com, a vitória da Bélgica paga R$ 3,10, enquanto que a França rende R$ 2,55. Caso Lukaku marque o primeiro ou o último tento da partida, você embolsa R$ 5,50 por 1. O gol a qualquer momento tem o valor de R$ 2,50. Dois ou mais gols pagam R$ 9,50. A classificação conseguida na prorrogação ou nos pênaltis dão o retorno de R$ 12,00 e R$ 11,00, respectivamente. Para você entender melhor como funcionam as apostas, acesse este link aqui. Boa diversão!

Carta na manga

Curiosamente, o ex-atacante francês Thierry Henry nesta Copa do Mundo está do lado da Bélgica. Ele é auxiliar técnico de Roberto Martínez. Pelos Le Bleus, o nosso algoz de 1998 marcou 51 gols, sendo o maior goleador de sua seleção.

“É estranho ter Henry contra nós. Aprendi muito com ele na minha carreira. Ele tem a oportunidade de estar no seio de uma equipe que tem uma bela geração. Está lá para aprender, para progredir como treinador. É uma lenda do futebol francês. Temos muito respeito pelo que ele fez, mas não vamos pensar nisso, vamos nos concentrar no campo, no jogo”, disse o atacante francês Giroud.

Campanha belga

Os belgas se classificaram na liderança do Grupo G, com nove pontos ganhos, depois de terem vencido Panamá (3 a 0), Tunísia (5 a 2) e Inglaterra (1 a 0). Nas oitavas de final, eles conseguiram virar para cima dos japoneses para 3 a 2, depois de estarem perdendo por 2 a 0. Logo em seguida, triunfo de 2 a 1 sobre o Brasil, como explicamos anteriormente neste texto.

Histórico de confrontos

Ao longo da história foram contabilizados 73 duelos. Os belgas têm uma vantagem de 30 vitórias, contra 24 resultados positivos dos franceses. Empates foram registrados 19. A partida mais recente aconteceu em um amistoso no dia 7 de junho de 2015. Na ocasião, a Bélgica venceram por 4 a 3, no Stade de France, em Paris.

Confira as cotas para as semifinais da Copa do Mundo:

Terça-feira (10 de julho)

15h – França (R$ 2,55) x (R$ 3,10) Bélgica. Empate: R$ 3,25

Quarta-feira (11 de julho)

15h – Inglaterra (R$ 2,37) x (R$ 3,50) Croácia. Empate: R$ 3,10

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).