Copa do Brasil: zebra, Bahia, enche o bolso do apostador se bater o Palmeiras

  • por Victor Gandra Quintas
  • 3 Meses atrás

Palmeiras e Bahia fecham as partidas de volta das quartas de final da Copa do Brasil na noite desta quinta-feira, 16 de agosto. A bola rola a partir das 19h15, horário de Brasília, no Pacaembu, e não no Allianz Parque, que receberá o show dos Tribalistas. O duelo está igual, ninguém tem vantagem, já que os times empataram em 0 a 0 na Arena Fonte Nova, em Salvador, no dia 2 de agosto.

Palmeiras

Desde a chegada do técnico Luiz Felipe Scolari, o Porco é só alegria, contabilizando duas vitórias seguidas e um empate. No geral, o atual período de invencibilidade é de cinco duelos. Ponto importante para destacarmos é que o time vem honrado o próprio hino com a frase “defesa que ninguém passa”.  Nos cinco jogos mais recentes nenhum gol foi levado e seis foram marcados.

Apesar dos números serem bem positivos, o lateral Mayke fez questão de afirmar durante coletiva de imprensa que o Palmeiras não é o favorito, não. “O Palmeiras não é o favorito. Fizemos um bom jogo lá, conseguimos ficar com o 0 a 0. O Bahia é uma equipe muito forte, sabemos que será difícil. Jogar no Pacaembu não será difícil, estamos acostumados, é a casa do Palmeiras também. Gostaríamos de jogar no Allianz Parque, mas não dará. Faremos de tudo para conseguir a classificação.”

O jogador também não poupou elogios ao falar de Felipão. “A maioria dos jogadores não havia trabalhado com ele, e a imprensa dizia que ele era meio grosso. Mas é totalmente diferente, ele é muito brincalhão. Todos estão amando o Felipão, além de ele ter uma carreira brilhante. Ele está aqui para nos ajudar e é um paizão para todos nós.”

O Oddsshark.com mostra que uma vitória logo mais está cotada em R$ 1,40 a cada R$ 1,00 aplicado nas casas de apostas. Este valor baixo da cota mostra que os donos da casa são avaliados como favoritos no duelo. Como novidades podemos ter os retornos do atacante Willian e o lateral Marcos Rocha. A dupla ficou de fora dos últimos compromissos por conta de problemas musculares. O atacante Deyverson será desfalque por ter levado cartão vermelho no primeiro embate. A provável escalação é: Weverton, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Bruno Henrique, Felipe Melo e Moisés; Willian, Dudu e Borja.

Bahia

Assim como o Palmeiras, o Bahia também vem de um período interessante sem perder, de três triunfos e cinco igualdades, no entanto como visitante o retrospecto é bem fraco e preocupante. Fora de Salvador, o Esquadrão de Aço teve apenas um triunfo em 10 jogos, perdendo seis e empatando três.

A esperança dos nordestinos está em Gilberto, contratado em junho, na parada da Copa do Mundo da Rússia. Em sete partidas, ele balançou as redes cinco vezes. “Fico feliz em poder ajudar. Quando cheguei ao Bahia, a minha intenção era ajudar de todas as maneiras. Estou sendo grato, feliz, por aquilo que está acontecendo. Não esperava conseguir algo importante tão rápido, que é chegar em um clube e fazer diversos gols em pouco tempo. Mas acho que o mérito todo está no grupo. O que o grupo vem fazendo, o torcedor está gostando demais”, disse o matador.

O Bahia, com R$ 8,00 por 1 indica o Oddsshark.com, nunca conseguiu chegar em uma semifinal de Copa do Brasil em 27 participações.

“Claro que a gente sabe que será um jogo difícil. Sou um cara que as vezes me torno até repetitivo quando falo em fazer história no clube. Quinta-feira temos grande possibilidade de fazer história. Ir pela primeira vez para uma semifinal de Copa do Brasil. Assim como na Sul-Americana, nunca tinha passado da segunda fase, hoje estamos nas oitavas. Esse grupo está mostrando competência. Sabemos que será um jogo difícil, que a torcida deles vai comparecer em peso. Mas sabemos também da grandeza do Bahia e do nosso atual time. Temos jogadores competentes que podem chegar lá, fazer o melhor e classificar. É isso, procurar fazer história. Tenho certeza que tem grandes chances de acontecer isso”, falou o meia Vinícius.

A provável equipe não havia sido revelada por Enderson Moreira até o fechamento deste texto.

Histórico de confrontos

No Brasileirão de 2018, Palmeiras e Bahia já se enfrentaram, no dia 19 de maio, em São Paulo. Neste encontro, o antigo Palestra Itália venceu com tranquilidade ao fazer 3 a 0. A última vitória tricolor, fora, foi em 2012, no 2 a 0, também pelo campeonato nacional. No geral, a vantagem palmeirense é grande. Em 42 jogos, foram 22 triunfos verdes, contra 9 reveses e 11 empates.

Mais palpites

Um novo 0 a 0 rende R$ 9,00, além de levar a decisão da vaga na semifinal para as penalidades máximas. No início deste texto falamos sobre o forte defesa do Palmeiras, sendo assim, palpitar que os anfitriões ganham sem levar gols é uma boa pedida. Esta possibilidade propicia o retorno de R$ 1,72. Se forem vazados, a cota aumenta para R$ 2,00, como mostra o Oddsshark.com.

Confira as cotas das partidas de volta das quartas de final da Copa do Brasil:

Quarta-feira (15 de agosto)

19h30 – Cruzeiro (R$ 1,75) 1 (3) x (0) 2 (R$ 5,25) Santos. Empate: R$ 3,20

21h45 – Chapecoense (R$ 2,37) 0 x 1 (R$ 3,50) Corinthians. Empate: R$ 2,80

21h45 – Flamengo (R$ 2,05) 1 x 0 (R$ 4,20) Grêmio. Empate R$ 2,90

Quinta-feira (16 de agosto)

19h15 – Palmeiras (R$ 1,40) x (R$ 8,00) Bahia. Empate: R$ 4,33

 

 

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).