Libertadores: necessidade de vitória de Flamengo e Corinthians gera boas cotas nas apostas

  • por Victor Gandra Quintas
  • 12 Meses atrás

Cariocas e paulistanos estão em desvantagem diante de Cruzeiro e Colo-Colo, respectivamente

As duas maiores torcidas do futebol brasileiro, Flamengo e Corinthians, têm compromissos pelas partidas de volta das oitavas de final da Taça Libertadores nesta quarta-feira, 29 de agosta. Tanto cariocas quanto paulistanos estão em desvantagem em seus confrontos contra Cruzeiro e Colo-Colo, respectivamente. Aproveite para lucrar com as apostas de futebol.

Cruzeiro x Flamengo

No Mineirão, em Belo Horizonte, Cruzeiro e Flamengo farão um jogaço. Como foi derrotado no Maracanã por 2 a 0 no dia 8 de agosto, os cariocas precisam vencer por 2 a 0 para levar a decisão da vaga para os pênaltis. Este placar paga, de acordo com o Oddsshark.com, R$ 17,00. Se a vitória for por um gol a mais que o marcador citado na frase anterior, a quantia sobe para R$ 3,00 a cada R$ 1,00 investido, e classifica os visitantes de maneira direta. Missão bem complicada, hein? Para os mandantes, uma eventual derrota por ser por um gol de diferença que mesmo assim é favorável.

O técnico flamenguista Maurício Barbieri não vai poder contar com o zagueiro Juan e o atacante Uribe. As ausências nada têm a ver com problemas médicos, são apenas por questões de escolha da comissão técnica. O atleta colombiano desde que chegou, vindo do Toluca, do México, até agora não justificou o investimento. Em sete jogos, somente um gol foi marcado. Ele foi contratado para ser o substituto do peruano Paolo Guerrero. O meia Lucas Paquetá não jogou a partida de ida por estar suspenso e agora retorna ao time.

A provável escalação do Rubro-Negro é: Diego Alves, Rodinei, Léo Duarte, Réver e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá e Diego; Éverton Ribeiro, Vitinho e Henrique Dourado (ou Marlos Moreno).

No domingo passado, também em Belo Horizonte, só que na Arena Independência, o “Mais Querido” perdeu a oportunidade de se aproximar do São Paulo, líder do Brasileirão, ao empatar em 2 a 2 como América Mineiro. Durante entrevista coletiva, Barbieri comentou o momento de sua equipe. “Temos oscilado mais em relação a resultados do que desempenho. Os outros treinadores vêm elogiando o Flamengo. Em alguns momentos não fomos eficientes. Temos condições de criar essas chances contra o Cruzeiro. Tirá-los da zona de conforto, mesmo em casa. Sabemos que temos um placar adverso para resolver. Antes de pensar no gol, temos que criar chances. Trabalhar bola, conseguir espaços e aproveitar. Tenho certeza que vamos ter chances. Queremos o resultado para sair com a classificação.”

Do outro lado do confronto, os cruzeirenses têm focado todas as atenções na Copa do Brasil e Libertadores, já que no campeonato nacional não há mais chances reais de título. Mesmo com vantagem no considerável do mata-mata, o objetivo é não relaxar. No último treino antes da partida, a torcida celeste marcou presença na porta do centro de treinamento Toca da Raposa para demonstrar apoio.

A principal dúvida de Mano Menezes é se coloca Hernán Barcos ou Raniel no ataque da Raposa. Os escolhidos devem ser: Fábio; Lucas Romero (ou Edilson), Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Robinho, Thiago Neves e Arrascaeta; Barcos.

O Cruzeiro, contando com boa parte de seus principais atletas, venceu o Fluminense em casa no último sábado por 2 a 1. O zagueiro Dedé conteve a euforia para não dar sorte ao azar. “Da mesma forma que a torcida e o resultado positivo ao nosso favor ajuda, também prejudica. Temos que estar ligados os 90 minutos.”

Nos dois jogos mais recentes entre Flamengo e Cruzeiro em Minas, os placares foram de 0 a 0 e 1 a 0. O Oddsshark.com indica que Uma nova igualdade gera R$ 3,00 por 1. Quem vencer este duelo encara Boca Juniors, da Argentina, ou Libertad, do Paraguai. Os argentinos saíram na frente com 2 a 0 na La Bombonera.

Corinthians x Colo-Colo

O Timão contará mais uma vez com o fiel apoio de sua torcida, também às 21h45, n a Arena Itaquera, em São Paulo, para reverter a vantagem dos chilenos do Colo-Colo. O revés de 1 a 0 em Santiago, no início do mês, faz com que o Alvinegro avance com 2 a 0, estimado em R$ 5,50. 1 a 0, marcador do primeiro encontro, garante os pênaltis e paga R$ 5,00. Deste duelo saí o adversário de Palmeiras ou Cerro Porteño, do Paraguai.

O que mais preocupa o torcedor é a irregularidade corintiana na temporada. Nos últimos cinco jogos foram três derrotas e duas vitórias. Na última rodada do Campeonato Brasileiro, triunfo magrinho de 1 a 0, em casa, sobre o lanterna Paraná.

O goleiro Cássio com uma lesão no quadril só vai saber se jogará horas antes de a bola rolar. Caso não tenha condições, Walter assume a baliza. Suspenso, o volante Gabriel sai para dar lugar a Ralf. Outro reforço é o retorno do paraguaio Romero, autor de 11 gols até agora em 2018. O atual campeão brasileiro deve jogar com: Cássio (ou Walter), Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Pedrinho (ou Clayson), Jadson e Romero; Roger.

O Colo-Colo, dos ex-palmeirenses Valdívia e Barrios, vem de duas derrotas na liga nacional do Chile por 2 a 1 e 1 a 0.  O Corinthians é visto como muito favorito, rendendo R$ 1,61, conforme o Oddsshark.com.

Jogos de volta das oitavas de final da Taça Libertadores da América:


Terça-feira, 28 de agosto

19:30 – (R$ 2,00) Santos 0 x 0 Independiente (R$ 4,50); empate (R$ 3,00)

21:45 – (R$ 1,44) Atlético Nacional 1 x 0 Atlético Tucumán (R$ 7,00); empate (R$ 4,33)

21:45 – (R$ 1,45) Grêmio 2 (5) x (3) 1 Estudiantes (R$ 9,00); empate (R$ 3,75)

Quarta-feira, 29 de agosto

19:30 – (R$ 1,75) River Plate x Racing (R$ 6,00); empate (R$ 3,10)

21:45 – (R$ 1,61) Corinthians x Colo-Colo (R$ 6,50); empate (R$ 3,40)

21:45 – (R$ 2,15) Cruzeiro x Flamengo (R$ 3,75); empate (R$ 3,00)

Quinta-feira, 30 de agosto

19:30 – (R$ 3,10) Libertad x Boca Juniors (R$ 2,50); empate (R$ 2,90)
21:45 – (R$ 1,44) Palmeiras x Cerro Porteño (R$ 8,50); empate (R$ 4,00)

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).