CAF Champions League 2018: definidos os semifinalistas

  • por Rogério Bibiano
  • 24 Dias atrás

Estão definidos os semifinalistas da 54ª edição da CAF Champions League/Liga dos Campeões da África. Rodada de poucos gols, nervos à flor da pele e muita emoção. Doentes por Futebol, tradicional “casa” do futebol africano no Brasil apresenta um resumo destes jogos.

TP Mazembe 1 x 1 Clube 1º de Agosto

Em Lubumbashi, a primeira “zebra” das quartas-de-final veio com a classificação dos angolanos do Clube 1º de Agosto, que arrancaram um empate do tradicional TP Mazembe, classificand0-se graças ao gol anotado fora de casa, uma vez que o jogo de ida, também terminou empatado, porém sem gols. Escalado num 4-2-3-1, como era de se esperar, a equipe alvinegra congolesa iniciou pressionando e logo aos 12 minutos, Jackson Muleka infiltrou na diagonal, passou pelo marcador e chutou no alto, na saída do goleiro Tony Cabaça. Assustado, o time angolano mal conseguia trocar passes, limitando-se a se defender ante a ofensividade do TP Mazembe.

Lompala Bokamba literalmente calou o TP Mazembe Stadium, em jogo épico para os angolanos (foto: divulgação/Fan Page 1º Agosto)

Entretanto, aos 34 minutos, Geraldo (aquele mesmo, que iniciou sua carreira no Brasil, destacando-se no Coritiba) rolou falta para Lompala Bokamba, que acertou lindo chute sem chance alguma para o goleiro Sylvain Gbohouo, empatando o jogo. O gol jogou mais pressão ainda para cima dos donos da casa, que seguiram pressionando. Aos 44 minutos penalidade para o TP Mazembe, que o artilheiro da Liga e da equipe na temporada, Ben Malabo, cobrou parando na defesa de Tony Cabaça. No segundo tempo, o jogo seguiu com os donos da casa pressionando e parando no grande nome da partida: Tony Cabaça, que em uma atuação digna dos grandes goleiros da história do futebol africano, viria a defender mais uma penalidade, desta vez cobrada por Tresor Mputu. O 1º de Agosto chega pela primeira vez a semifinal da Liga dos Campeões da África.

Étoile du Sahel 0 x 1 Espérance de Tunis

Em Sousse, clássico tunisiano para definir o segundo semifinalista da Liga dos Campeões da África. Precisando de uma vitória simples, o Étoile du Sahel parou no bem postado sistema defensivo do Espérance de Tunis. Criando pouquíssimas chances de gol, os donos da casa abusaram do jogo aéreo, o que de certa forma facilitou para o rival.

                  Em Sousse, o Espérance de Tunis venceu novamente o Étoile du Sahel (foto: Agência EPD)

Na segunda etapa, o panorama da partida não mudou, de um lado o Étoile du Sahel nervoso, sem criatividade e abusando da jogada aérea, diante de um Espérance de Tunis muito bem postado, que trabalhava a bola, jogando justamente no erro do adversário. Aos 42 minutos do segundo tempo, Fousseny Coulibaly, um dos melhores em campo, fez grande jogada individual, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Achraf Krir, decretando a classificação do Espérance de Tunis, que chega pela 11ª vez a uma fase semifinal da Liga dos Campeões da África.

Wydad Casablanca 0 x 0 ES Sétif

No Marrocos, os atuais campeões da CAF Champions League pararam nos rivais argelinos do ES Sétif. Atuando em casa, o WAC iniciou pressionando e abusando das jogadas de bola aérea, tornado-se alvo fácil para o time azul argelino, que marcava forte e buscava jogar em velocidade explorando o contra-ataque, porém sem eficiência.

                             ES Sétif resistiu a pressão dentro de Casablanca (foto: Jalal Morchidi/Anadolu Agency)

No segundo tempo, os donos da casa voltaram melhor e criaram no mínimo sete chances claras de gol, parando na própria ineficácia ofensiva. Destas chances, o liberiano William Jebor, desperdiçou quatro, sendo que duas claríssimas. Assim, os marroquinos não marcaram e viram o sonho de mais uma conquista ficar pelo caminho. A ES Sétif chega pela terceira vez, a uma semifinal, nas outras duas, o clube argelino sagrou-se campeão.

Al-Ahly Cairo 4 x 0 Horoya

No Al-Salam Stadium, diante de 25.000 fanáticos torcedores, o maior campeão da Liga dos Campeões da África, o Al-Ahly Cairo, fez valer a força da sua tradição em todos os sentidos, conquistando de maneira incontestável a classificação para as semifinais. Se no jogo de ida, os “Diabos Vermelhos” já haviam jogado melhor, mas pecaram no quesito finalização, nesse sábado (22), uma atuação concisa e impecável.

Experiente, Walid Soliman abriu o caminho da vitória do clube egípcio (foto: divulgação/Fan Page Al-Ahly)

Apesar da goleada, os primeiros 30 minutos de jogo foram de muita marcação de ambos os lados e poucas chances de gol, aos 32 minutos de jogo, Walid Soliman abriu o placar para os egípcios. Na segunda etapa, logo aos 8 minutos, Islam Mohareb aproveitou contra-ataque e ampliou o marcador. O gol praticamente selou a sorte guineense no duelo. Aos 24 minutos, Salah Mohsen anotou o terceiro. Entregue, o time do Horoya, até tentava diminuir, mas esbarrava na bem postada defesa do Al-Ahly e sobretudo, na maior qualidade técnica do time vermelho do Cairo. Nos acréscimos Ahmed Fathy deu números finais ao jogo. O Al-Ahly Cairo, chega a sua 15ª semifinal, buscando o nono título, recorde absoluto na África.

As semifinais começam a partir do dia 2 de outubro, com os jogos de ida, onde o Clube 1º de Agosto enfrentará o Espérance Sportive de Tunis. No outro duelo, um confronto da África Árabe entre Entente Sportive Sètifienne versus Al-Ahly Cairo.

Comentários

Natural de Telêmaco Borba-PR e criado em meio à "boemia futebolística", com horas de papo sobre futebol, samba e cervejas na pauta. Influência do pai, que também adorava futebol, e da mãe, que sempre apoiou a iniciativa. Técnico em Eletrônica, formado desde 1999, e fanático por futebol, futsal, futebol de praia, society e todo esporte que tenha no futebol a sua essência.