Com exceção do Cruzeiro, brasileiros são favoritos nas apostas para jogo de ida das quartas da Libertadores

  • por Victor Gandra Quintas
  • 3 Meses atrás

Cruzeirenses pegam o Boca Juniors, enquanto Grêmio e Palmeiras encaram Atlético Tucumán e Colo-Colo, respectivamente

O maior torneio de clubes da América do Sul, a Libertadores, volta à ação no meio desta semana. Três clubes brasileiros seguem disputando o título e o domínio continental. Ao todo, são quatro jogos de ida das quartas de final. Aproveite para dar os seus palpites nas casas de apostas.

Atlético Tucumán x Grêmio

Depois de eliminar o Estudiantes, da Argentina, nos pênaltis, o Grêmio, atual campeão, tem um novo time hermano pela frente. A batalha começa fora de casa, no Estádio José Fierro, nesta terça-feira, 18 de setembro, às 21h45, horário de Brasília. O adversário é o Atlético Tucumán.

O Imortal Tricolor chega para este duelo depois de vencer, em Porto Alegre, o Paraná por 2 a 0 no Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o técnico Renato Gaúcho poupou alguns jogadores considerados titulares. Ele não vai poder contar com os atacantes Jael e André, que estão no departamento médico. Tudo indica que Luan pode ser deslocado para atuar como falso 9.

A provável escalação deve ser a seguinte: Marcelo Grohe; Leonardo Gomes, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Cícero, Ramiro, Thaciano (Alisson ou Jean Pierre) e Éverton; Luan.

Os brasileiros vão encontrar um grande caldeirão na casa do rival. A cidade de Tucumán está enlouquecida com a campanha história da equipe local. Além de ter eliminado o Atlético Nacional, da Colômbia, nas oitavas, o Decano é o vice-líder de seu campeonato regional após a vitória sobre o Tigre por 3 a 0. Momento incrível para um clube que é tradicional, porém de menor investimento. A invencibilidade é de 11 jogos. O revés mais recente aconteceu há seis meses, na própria Libertadores, no 2 a 0 para o Libertad, no dia 13 de março. Neste período, em 11 jogos, apenas seis gols foram levados e 17 marcados.

“Independentemente de como vier o adversário, o Grêmio está pronto. O Grêmio tem sua maneira de jogar, sempre falo que independente da competição, local. Eles precisam do resultado. Quem está jogando em casa é o Tucumán. Vamos tentar trazer para Porto Alegre o menos possível de encrenca. Buscar um bom resultado lá. Não tem jogo fácil, deu pra ver contra o Estudiantes. Em 20 minutos, o Grêmio deu mole, que sirva de lição para não dar mole contra o Tucumán”, falou Renato Gaúcho.

De acordo com o Oddsshark.com, mesmo com o desafio sendo grande, o favoritismo é gremista, avaliado em R$ 2,45 a cada R$ 1,00 aplicado por você, contra R$ 3,30 do Atlético.

Boca Juniors x Cruzeiro

Sem dúvida alguma este é o confronto mais aguardado desta fase eliminatória. Em campo, estarão dois dos times mais vencedores da América do Sul. Podemos esperar muita emoção, meu amigo! O embate de ida deste clássico acontece na mística e pulsante La Bombonera, quarta-feira, 19 de setembro, às 21h45.

Para chegar mais forte na Libertadores, o Cruzeiro claramente abriu mão do Campeonato Brasileiro. No empate de 0 a 0 com o Atlético Mineiro, domingo passado, a Raposa mandou a campo uma formação mais alternativa. Por exemplo: o goleiro Fábio foi poupado.  A grande dúvida era o meia De Arrascaeta. O uruguaio tentou se recuperar de dores sentidas na coxa esquerda. Ele nem viajou com o restante da delegação.

Atualmente, os cruzeirenses, rendendo R$ 5,00, são donos da marca de equipe goleadora. Foram feitos 17 gols, sendo que também construíram duas goleadas, sobre a Universidade de Chile (7 a 0) e o Vasco (4 a 0). Com seis passes, o lateral-esquerdo Egídio é um dos jogadores que mais assistências deu para os companheiros. O Cruzeiro deve ir com: Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Lucas Silva; Robinho, Thiago Neves e Rafinha; Barcos.

Para alívio da torcida mineira, não teremos a lei do ex. Isso porque o atacante Ramón Ábilla está machucado. Mesmo que não tivesse no departamento médico, ele não poderia jogar em virtude de uma punição da Conmebol. Quem está no elenco e é uma peça perigosíssima é Carlos Tévez. O ex-corintiano não tem uma relação muito boa com o técnico Guilhermo Schelotto. O ídolo argentino vem ficando no banco de reservas, só que no jogo com o Libertad, em Assunção, na partida de volta das oitava, ele participou, se destacou e fez um dos gols da vitória de 4 a 2. Tévez combina muito com jogo grande e decisivo.

Jogando diante de seus torcedores, os xeneizes contam com um histórico bastante favorável. Foram sete triunfos seguidos. E o melhor: sem levar um golzinho sequer. Por estes motivos, o Boca paga uma cota menor, de R$ 1,80, indica o Oddsshark.com. Vamos ver se essa barreira defensiva se mantém perante o ataque mais positivo da competição. Na Libertadores de 2008, argentinos e brasileiros se enfrentaram. Nos dois jogos, nossos vizinhos venceram por 2 a 1, em ambos os duelos.

Mas olha, não é nada de outro mundo o Cruzeiro vencer em Buenos Aires, não. Na fase de grupos da atual edição o Palmeiras foi lá e fez 2 a 0.

Colo-Colo x Palmeiras

Visto como um dos grandes favoritos ao título, o Palmeiras segue em alta com Felipão, vivo na Libertadores, Brasileiro e Copa do Brasil, mas não ganha há dois jogos. Na última rodada do campeonato nacional, empatou em 1 a 1 com o Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador. Se tratando de uma disputa continental, é preciso ligar o alerta. Contra o Cerro Porteño, do Paraguai, fora de casa, na volta das oitavas, derrota de 1 a 0 em pleno Allianz Parque.

O volante Felipe Melo e o atacante Deyverson estão suspensos, porém a diretoria alviverde tenta a liberação da dupla para esta semana. A provável escalação é: Weverton, Mayke; Edu Dracena, Antônio Carlos e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Bruno Henrique e Moisés; Dudu, Willian e Borja. Ah, o atacante colombiano, com 8 gols, briga pela artilharia. O líder é o compatriota Morelo, já eliminado com o Independiente Santa Fé. Este atleta marcou 9 tentos.

Para você que vai dar o seu palpite no antigo Palestre Itália, o Verdão foi o melhor time da primeira fase, com seis resultados positivos.

Do outro lado, o Colo-Colo, do Chile, impediu que tivéssemos um Palmeiras e Corinthians. Os chilenos têm dois grandes trunfos para o mata-mata. O meia Valdívia e o atacante Lucas Barrios, ex-jogadores do clube paulistano, são armas perigosas. A motivação deles é ainda maior pelo fato de os Albos não chegarem às semifinais desde 1997. É vida ou morte!

Na entrevista coletiva, Valdívia deu a seguinte declaração: “Sem dúvida, esta é a partida mais importante para o Colo-Colo nos últimos 21 anos. Cada membro deste clube sabe a importância deste jogo. Estamos felizes por ter a oportunidade de viver esse momento. Nós temos feito bem as coisas. Nós apenas temos que esperar pelo jogo. ”

O jogador também comentou a expectativa de reencontrar o antigo time. “Há ansiedade. É conhecido o amor que tenho pelo clube e o que eles têm por mim. Mas assim que o jogo começar, será o mesmo que enfrentar outro time.”

Se a formação do Brasil não vence há dois jogos, a chilena também, acumulando duas derrotas. Na liga nacional, o Colo-Colo é apenas o sexto colocado, com 11 vitórias, 3 empates e 8 derrotas.

Ainda segundo o Oddsshark.com, na quinta-feira, às 21h45, em Santiago, o Palmeiras paga R$ 2,50, e o Colo-Colo, R$ 3,20.

Confira os jogos de ida das quartas de final da Libertadores:

Terça-feira (18 de setembro)

21h45 – Atlético Tucumán (R$ 3,30) x (R$ 2,45) Grêmio. Empate: R$ 2,80

Quarta-feira (19 de setembro)

19h30 – Independiente (R$ 2,87) x (R$ 2,70) River Plate. Empate: R$ 2,87

21h45 – Boca Juniors (R$ 1,80) x (R$ 5,00) Cruzeiro. Empate: R$ 3,20

Quinta-feira (20 de setembro)

21h45 – Colo-Colo (R$ 3,20) x (R$ 2,50) Palmeiras. Empate: R$ 2,87

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).