Mesmo amplo favorito contra o Corinthians, Palmeiras tem tabu para quebrar no Allianz Parque

  • por Victor Gandra Quintas
  • 7 Meses atrás

Eternos rivais se encontram neste fim de semana pelo Brasileirão

Meu amigo, prepare o coração porque certamente teremos muitas emoções no próximo domingo, 9 de setembro, às 16h, horário de Brasília, no Allianz Parque. Corinthians e Palmeiras se encontram pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

Como chegam os rivais para o derby?

Bom, os palmeirenses vêm extremamente embalados e em crescimento na competição, tanto que com a vitória de 2 a 0 sobre o Atlético Paranaense, no meio de semana, se colocaram efetivamente como postulantes ao título. O Verdão chegou ao terceiro lugar com 43 pontos, apenas três a menos que o líder Internacional. São oito jogos de invencibilidade.

Do lado alvinegro, o Corinthians passa pelo pior momento em 2018. Após a derrota de 2 a 1 para o Ceará em Fortaleza, a diretoria achou melhor tirar Osmar Loss do técnico de cargo. Jair Ventura, ex-Botafogo e Santos, foi escolhido como o substituto.

O jejum corintiano é apenas de dois jogos, sendo uma derrota e um empate, porém, desde a saída de Fábio Carille, que foi para a Arábia Saudita, a equipe não consegue se encontrar dentro de campo. A marca do trabalho de Loss foi a irregularidade. Hoje, a galera da fiel ocupa o oitavo lugar com 30 pontos ganhos.

De acordo com os números do Oddsshark.com para você investir nas casas de apostas, o Palmeiras é visto como amplo favorito, cotado em R$ 1,66 a cada R$ 1,00 aplicado, contra R$ 5,00 do Corinthians.

Reforços e ausências

O atacante Clayson pode aparecer em campo depois de ter sido liberado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Ele foi julgado por ter jogado água em torcedores da Chapecoense na Arena Condá. Já o goleiro Cássio e o zagueiro Pedro Henrique, lesionados, vêm apresentando uma boa recuperação têm chances de jogar. Sem dores na coxa, o atacante Jonathas pode ser relacionado também.

No Porco, Felipão, ao que tudo indica, escolherá uma formação diferente da adotada na quarta-feira. Isso porque na semana que vem, o clube joga a partida de ida das semifinais da Copa do Brasil contra o Cruzeiro. Ah, o Corinthians pega o Flamengo. Desfalques certos são o atacante Borja, com uma lesão na panturrilha, e o volante Bruno Henrique, também problema muscular no mesmo lugar.

Desembucha!

Apesar do momento maravilhoso, o comandante alviverde contém a euforia. “É bom que meu torcedor saiba que neste momento estamos muito bem, valorizados, ganhamos, mas teremos dias de dificuldade. Ainda não ganhamos nada. Só estamos crescendo. Mas ainda temos de passar pelo Colo-Colo para chegar em uma semifinal da Libertadores, passar do Cruzeiro para chegar à final da Copa do Brasil e chegar perto dos que estão na nossa frente no Brasileiro. Que a torcida não se deixe iludir pelo cântico da sereia. Tem de trabalhar muito para atingir um dos objetivos pelo menos.”

Felipão também fez questão de enaltecer o trabalho do grupo. “O Palmeiras está criando identidade da forma como joga, e nós criamos um ambiente com os jogadores. Isso dá respaldo para nós sonharmos com os três títulos. Buscaremos, não sei se conseguiremos, mas trabalharemos para isso. Nós criamos uma identidade, todos os jogadores têm entrado muito bem.”

Histórico de confrontos

Em 2018, esta antiga rivalidade ficou ainda mais latente. Até hoje, os palmeirenses tentam reaver na Justiça o título corintiano do Campeonato Paulista deste ano. No primeiro turno do Brasileirão, na Arena Itaquera, no dia 13 de maio, os donos da casa levaram a melhor e venceram por 1 a 0. Já no aspecto geral, somando diversas competições, foram 109 vitórias alviverdes, e 105 alvinegras, além de 91 empates.

Mesmo com a vantagem no retrospecto, o antigo Palestra Itália tem um tabu para quebrar: voltar a vencer o rival diante de sua torcida. Nas duas últimas partidas, derrotas por 2 a 0 e 1 a 0. Quando o mando foi palestrino, o placar que mais aconteceu, em 25 ocasiões, foi de 1 a 1. Caso o marcador se repita no fim de semana, você embolsa R$ 7,00, conforme indica o Oddsshark.com.

Mais palpites

O empate, independente do placar, gera R$ 3,40 por 1. Agora, se tivermos um vencedor de virada, as cotas são de R$ 8,00 e R$ 21,00 para Palmeiras e Corinthians, respectivamente. Ainda segundo o Oddsshark.com, gols para os dois times rentabilizam R$ 2,37.

Confira os jogos da 24ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Sábado (8 de setembro)

16h – Sport (R$ 2,75) x (R$2,50) Cruzeiro. Empate: R$ 3,00

19h – São Paulo (R$ 1,40) x (R$ 7,50) Bahia. Empate: R$ 4,00

21h – Flamengo (R$ 1,40) x (R$ 7,50) Chapecoense. Empate: R$ 4,00

Domingo (9 de setembro)

16h – América Mineiro (R$ 1,90) x (R$ 3,75) Ceará. Empate: R$ 3,30

16h – Fluminense (R$ 2,10) x (R$ 3,40) Botafogo. Empate: R$ 3,10

16h – Internacional (R$ 2,00) x (R$ 3,80) Grêmio. Empate: R$ 3,00

16h – Palmeiras (R$ 1,66) x (R$ 5,00) Corinthians. Empate: R$ 3,40

19h –  Paraná (R$ 3,00) x (R$ 2,30) Santos. Empate: R$ 3,00

19h – Vitória (R$ 2,00) x (R$ 3,50) Vasco. Empate: R$ 3,25

Segunda-feira (10 de setembro)

20h – Atlético Mineiro (R$ 1,66) x (R$ 5,00) Atlético Paranaense. Empate: R$ 3,40

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).