CAF Champions League: um novo calendário!

  • por Rogério Bibiano
  • 14 Dias atrás

Recém encerrada a 54ª edição da CAF Champions League/Liga dos Campeões da África, que teve o Espérance de Tunis (Tunísia) como campeão, a principal competição interclubes da África, não será mais anual.

A partir desta terça-feira (27), têm início a temporada 2018/2019 da CAF Champions League/Liga dos Campeões da África, marcando a transição da competição para um novo calendário. Até este ano, a Liga dos Campeões da África era disputada entre os meses de fevereiro a novembro. Agora, pós fase de transição, o principal torneio interclubes africano será disputado entre agosto de um ano e maio do outro.

Neste caso, o calendário de transição da CAF Champions League, iniciando agora em novembro e terminando em maio do próximo ano, justifica-se justamente pelo fato que em junho teremos a Copa Africana das Nações, que será disputada em Camarões, torneio este que também muda suas datas, passando dos meses de janeiro/fevereiro para junho/julho, conforme decisão do Comitê Executivo da CAF, no dia 20 de julho de 2017.

A competição, que era anual, assim como a Libertadores da América, por exemplo, por vezes tornava-se comum que muitos clubes africanos, começassem com um elenco e terminassem a mesma com outros jogadores, devido o assédio de clubes de fora da África, em especial os asiáticos e europeus. Da mesma forma a Copa Africana das Nações (CAN) atende um velho pedido de muitas equipes europeias, especialmente ingleses, que perdiam jogadores em meses importantes dentro do calendário.

A 55ª edição da tradicional CAF Champions League contará com 57 clubes de 46 federações. A Confederação Africana de Futebol (CAF) utiliza um ranking baseado nos resultados dos clubes de cada associação, dos últimos cinco anos, incluindo o desempenho na Copa da Confederação CAF, segundo torneio interclubes mais importante do continente. A soma das pontuações é multiplicada por um coeficiente de acordo com os anos anteriores (dentro dos cinco últimos anos).

                            57 clubes de 46 países, disputam mais uma edição da CAF Champions League

O formato da competição

Assim como foi neste ano, a CAF Champions League 2018/2019, terá duas fases eliminatórias, onde serão definidos os 16 clubes que irão compor a fase de grupos. Na fase de grupos os 16 clubes serão sorteados, compondo quatro chaves com quatro equipes em cada, fazendo jogos de ida e volta dentro dos respectivos grupos, onde classificam-se os dois primeiros colocados para as fases mata-mata.

A primeira fase eliminatória será disputada entre os dias 27/28 de novembro e 4/5 de dezembro. A segunda fase eliminatória, que definirá os 16 classificados para a fase de grupos, será disputada entre os dias 14 e 16 de dezembro e 21 a 23 de dezembro. A partir de 11 de janeiro, até 17 de março de 2019 são as datas previstas para os jogos da fase de grupos.

A Primeira Eliminatória

A partir desta terça-feira (27), 26 jogos abrem a CAF Champions League. Algumas equipes tradicionais estão nesta fase, como o Mamelodi Sundowns (África do Sul), que recentemente foi campeão e é favorito para avançar, diante dos Leones Vegetarianos (Guiné Equatorial). Semifinalista da última CAF Champions League, o Clube 1º de Agosto enfrenta a AS Otôho (Congo).

              Todos os 26 jogos da primeira fase eliminatória

Lembrando que Wydad Casablanca (Marrocos), Al-Ahly (Egito), TP Mazembe e AS Vita Club (ambos da Rep. Democrática do Congo), por terem, atualmente, melhor pontuação no raking da CAF, aguardam seus adversários; estas quatro equipes estreiam apenas na segunda fase. Atual campeão, o Espérance de Tunis, já está classificado para a fase de grupos.

Em grande fase e dono de uma das mais fanáticas torcidas da África, o EST, aguarda seus adversários (foto: reprodução)

Enfim, a CAF vem demonstrando evolução organizacional das suas competições. Obviamente que por conta da discrepância financeira existente entre as muitas nações dentro do continente, fazem com que tal situação se reflita dentro de campo, com equipes de um poderio financeiro muito maior que outras. Entretanto, é notório que a organização da CAF, numa exigência dos próprios clubes têm proporcionado uma evolução em vários aspectos, sobretudo fora das quatro linhas e você acompanha os principais eventos do futebol africano, aqui, no Doentes por Futebol.

Comentários

Natural de Telêmaco Borba-PR e criado em meio à "boemia futebolística", com horas de papo sobre futebol, samba e cervejas na pauta. Influência do pai, que também adorava futebol, e da mãe, que sempre apoiou a iniciativa. Técnico em Eletrônica, formado desde 1999, e fanático por futebol, futsal, futebol de praia, society e todo esporte que tenha no futebol a sua essência.