Clássicos decisivos agitam os estaduais no Rio e em São Paulo; veja como lucrar

  • por Victor Gandra Quintas
  • 5 Meses atrás

Em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul, equipes maiores podem se complicar

Os principais campeonatos estão sendo disputados neste final de semana. No Rio de Janeiro, vamos ter grito de “é campeão” com a final da Taça Rio. As grandes atrações da rodada são, sem dúvida alguma, os clássicos no Rio de Janeiro e em São Paulo, sem falar dos alertas de zebra em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul. Fique de olho nas cotas de apostas indicadas pelo Oddsshark.com para lucrar com o Bodog.

CAMPEONATO PAULISTA

São Paulo 0 x 0 Palmeiras

Na primeira semifinal do Paulistão, São Paulo e Palmeiras ficaram no 0 a 0 no Morumbi, no sábado. Poderíamos ter tido gols, porém o VAR anulou um pênalti para o Porco e um tento do Tricolor invalidado por conta de uma falta, o que gerou muita reclamação, como de costume. Com o empate, o investidor ficou a cota de R$ 3,05 a cada R$ 1,00 aplicado por você. O próximo duelo será no domingo que vem, agora no Allianz Parque.

Corinthians x Santos

O encontro de alvinegros acontece um dia depois do Choque-Rei, na Arena Itaquera, às 16h. Será o terceiro duelo entre estas duas equipes na temporada. O primeiro foi em um amistoso, e terminou em 1 a 1. Já no segundo, tivemos outro empate, este sem gols. Ambas as partidas foram disputadas no estádio corintiano.

O Timão, atual campeão da competição, avaliado em R$ 2,40, suou para eliminar a Ferroviária, de Araraquara. Tanto fora, como em casa, os placares foram de 1 a 1, com a vaga sendo decidida nas penalidades, quarta-feira passada. Nas cobranças, o goleiro Cássio se destacou e pegou um pênalti, fazendo 4 a 3 para a galera da Fiel. Apesar da classificação, Fábio Carille deve ligar o alerta. A equipe não foi bem no primeiro mata-mata. Para passar à final, vai ser preciso apresentar um desempenho melhor do que vimos até agora.

Como mandante, o Corinthians não perde para o Santos desde o dia 26 de agosto de 2018. Na atual temporada, nenhum clássico foi perdido. Em 3 jogos tivemos vitórias sobre Palmeiras (1 a 0) e São Paulo (2 a 1), além do empate com o Santos, já citado anteriormente.

A possível escalação é: Cássio, Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso e Jadson; Clayson, Vagner Love e Gustagol.

Do outro lado, o Peixe passou bem pelo RB Brasil – a melhor equipe da primeira fase do Campeonato Paulista. Esperávamos até que os alvinegros da Baixada tivessem uma dificuldade maior. Não foi o que vimos dentro das quatro linhas. No Pacaembu, vitória por 2 a 0. Na volta, no Moisés Lucarelli, em Campinas, igualdade de 0 a 0.

O argentino Jorge Sampaoli pode ganhar importantes desfalques para a primeira mão da eliminatória. O zagueiro Gustavo Henrique e o atacante Sasha estão com um edema na coxa. Caso não jogue, o defensor será substituído por Luiz Felipe ao lado de Felipe Aguilar. O atacante, por sua vez, normalmente, vem ficando no banco de reservas, entrando nos jogos durante os 90 minutos. Por outro lado, os meias Cueva e Soteldo, mais o atacante Derlis González voltam de suas seleções nacionais.

O Santos, que gera o retorno de R$ 3,10, pode jogar com: Vanderlei; Felipe Jonatan, Felipe Aguilar, Luiz Felipe (ou Gustavo Henrique) e Victor Ferraz; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Rodrygo (Cueva ou Soteldo), Jean Mota e Derlis González.

CAMPEONATO CARIOCA

Vasco x Flamengo

A final da Taça Rio – o segundo turno do Campeonato Carioca – será decidida entre Vasco e Flamengo, as duas maiores torcidas da Cidade Maravilhosa. A bola rola às 16h, no Maracanã, no domingo. Por ser o atual campeão da Taça Guanabara, o Gigante da Colina irá direto para a decisão geral do Estadual se ficar com o troféu neste fim de semana.

No meio da semana, os cruz-maltinos suaram para passar pelo Bangu, vencendo por 1 a 0. O gol salvador foi marcado por Tiago Reis. O jovem atacante tem três tentos anotados em três partidas. Ele vem ocupando o lugar de Maxi López. Com uma lombalgia que o afastou da última parada, o argentino também vive um imbróglio para renovar o seu contrato. Há uma evidente divergência entre o seu empresário e a diretoria. Mais uma vez, o hermano será desfalque. Tirando esta ausência, o clube da colônia portuguesa vai de força máxima.  A provável escalação é: Fernando Miguel; Cáceres, Werley, Leandro Castán e Danilo Barcelos; Bruno Silva, Lucas Mineiro e Bruno César; Rossi, Marrony e Tiago Reis.

Do outro lado do Clássico dos Milhões, já é certo que o Rubro-Negro jogará com os reservas. Na quarta-feira, o Fla recebe o Peñarol, do Uruguai, pela terceira rodada do Grupo D da Libertadores. Nem mesmo o técnico Abel Braga vai marcar presença na partida. Ele se recupera do problema médico que sofreu na vitória de 2 a 1 sobre o Fluminense.

O provável time será: César; Rodinei, Rhodolfo, Thuler e Trauco; Ronaldo e Hugo Moura; Arrascaeta, Vitinho e Lucas Silva; Uribe.

É natural que você imagine que o Vasco, estimado em R$ 2,35, contra R$ 3,20, leva uma vantagem maior por estar com os seus principais jogadores. Na teoria pode até ser, no entanto, na prática já vimos neste Carioca que dentro de campo tudo muda. No dia 9 de março, os flamenguistas com uma equipe alternativa ficou no 1 a 1 com o vascaínos.

CAMPEONATO MINEIRO

Boa Esporte 0 x 0 Atlético Mineiro

Podemos dizer que o empate de 0 a 0 do Atlético Mineiro com o Boa Esporte em Varginha no duelo de ida da semifinal do Estadual foi uma zebra. Esperávamos que o Galo conseguisse vencer, mesmo que fosse por um placar pequeno e apertado. A igualdade gerou o retorno lucrativo de R$ 3,75. A bola volta a rolar no domingo, no Mineirão.

América Mineiro x Cruzeiro

Cotada em R$ 1,90, a Raposa segue invicta em 2019, com 10 resultados positivos e 4 empates, e é um dos time mais difíceis de serem batidos no futebol brasileiro. Domingo, às 16h, a missão é contra o rival América Mineiro, na Arena Independência. Mano Menezes vai poupar alguns jogadores como Rodriguinho, Edilson e David, visando o encontro com o Emelec, no Equador, na quarta-feira.

O volante Henrique, que no fim de semana passado não participou na goleada de 5 a 0 sobre a Patrocinense por conta de uma suspensão, retorna. O atacante Raniel está recuperado de lesão e liberado para jogar. Thiago Neves estaria também apto para entrar em campo, mas ainda faz fisioterapia.

O time cruzeirense para logo mais será: Fábio; Egídio, Léo, Dedé e Orejuela; Arial Cabral e Henrique; Rafinha, Marquinhos Gabriel e Robinho; Fred.

O Coelho, por sua vez, espera atrapalhar a vida do rival. Anteriormente, nas quartas, eliminou a caldense, tranquilamente, por 2 a 0. O meia Matheusinho foi liberado para estar em campo depois de ter sido expulso em virtude de uma entrada forte, por trás, em Cazares. O lateral Leandro Silva e o volante Juninho, no departamento médico, não se recuperaram e estão fora.

Givanildo deve escalar: Fernando Leal; Ronaldo, Paulão, Diego Jussani, João Paulo; Zé Ricardo e Christian; e Matheusinho; Felipe Azevedo e Marcelo Toscano; Júnior Viçosa.

CAMPEONATO GAÚCHO

Caxias x Internacional

Domingo, às 16h, no Estádio Centenário, na Serra Gaúcha, o Internacional tem um duelo complicado com o Caxias na primeira partida da semifinal estadual. O técnico Odair Hellmann vai promover a volta do volante Patrick. O comandante rodará o elenco, pois na semana faz um jogaço com o River Plate, da Argentina, pela Libertadores.

Ao meu ver, não será surpresa o Colorado ser superado fora de casa, ainda mais que o Caxias vem de 4 triunfos seguidos diante de sua torcida, além de ter feito 7 gols e não levado nenhum sequer. A última vez que o time de Porto Alegre voltou do Centenário com a vitória foi em 2015. O fato dos visitantes jogarem com um time alternativo, dificulta um pouco mais a quebra do tabu. No domingo passado, o Inter foi superado por 1 a 0 dentro do Beira-Rio na partida de volta das quartas. O Caxias passou pelo Aimoré com um empate de 1 a 1 e uma vitória de 1 a 0.

O Inter, avaliado em R$ 2,50, segundo o Oddsshark.com, joga com: Daniel; Uendel, Roberto, Emerson Santos e Bruno; Rithely, Patrick e Camilo; Guilherme Parede, Wellington Silva e Tréllez.

São Luiz x Grêmio

No mesmo dia que o rival, o Imortal Tricolor, às 19h, fora de casa, também vai poupar os principais atletas por conta da Libertadores. O próximo compromisso no torneio continental, contra a Universidad Católica, no Chile, é fundamental.

Até mesmo com os reservas, os comandados de Renato Gaúcho são vistos como favoritos, rendendo R$ 1,95. Antes, contra o Juventude, no Alfredo Jaconi, os caras enfiaram 6 a 0. Depois na Arena, empate sem gols. A notícia ruim foi o rompimento de três ligamentos do joelho do zagueiro Marcelo Ramos. Ele terá que fazer uma cirurgia. Geromel e Paulo Miranda seguem no departamento médico se recuperando de lesão e Kannemann retornou da seleção argentina. Este é o cenário na zaga. No fim de semana, Michel deve ser improvisado.

Renato deve escalar: Julio César; Juninho Capixaba, Michel, Kannemann e Léo Moura (Rafael Galhardo); Thaciano, Matheus Henrique, Marinho e Jean Pyerre; e Diego Tardelli (ou Pepê), Montoya (Marinho) e Felipe Vizeu.

O São Luiz, de Ijuí, eliminou o São José com um empate de 0 a 0 e uma vitória de 1 a 0, e vai tentar aprontar para cima do melhor ataque, com 29 tentos marcados, e da melhor de defesa do campeonato, com apenas 1 gol sofrido. O Alvirrubro, como mandante, ostenta a invencibilidade de 4 resultados positivos seguidos e 1 empate.

Confira os jogos de fim de semana dos estaduais:

Sábado (30 de março)

18h – São Paulo (R$ 2,95) 0 x 0 (R$ 2,45) Palmeiras. Empate: R$ 3,05

18h – Atlético Mineiro (R$ 1,54) x (R$ 5,45) Boa Esporte. Empate: R$ 3,75

Domingo (31 de março)

16h – Corinthians (R$ 2,40) x (R$ 3,10) Santos. Empate: R$ 2,95

16h – Vasco (R$ 2,35) x (R$ 3,20) Flamengo. Empate: R$ 3,15

16h – América Mineiro (R$ 3,70) x (R$ 1,90) Cruzeiro. Empate: R$ 3,35

16h – Caxias (R$ 2,45) x (R$ 2,50) Internacional. Empate: R$ 3,25

19h – São Luiz (R$ 3,50) x (R$ 1,95) Grêmio. Empate: R$ 3,35

 

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).