Copa do Brasil: Santos e Chapecoense são favoritos diante de Vasco e Corinthians na partida de ida da quarta fase; Fluminense pode ter o retorno do Pedro contra o Santa Cruz

Torneio nacional não conta mais com o critério gol fora de casa como desempate

A quarta fase da Copa do Brasil se inicia nesta semana com os jogos de ida. A bola rola quarta (17) e quinta-feira (18). Vale lembrar que, assim como aconteceu nas etapas anteriores do torneio, não há mais o critério gol fora de casa como desempate. Em campo, veremos duelos de primeira divisão. Vale a pena dar uma consultada nos valores das apostas do Bodog, patrocinador oficial da competição.

Santos x Vasco

Às 19h15, horário de Brasília, o Santos recebe o Vasco na Vila Belmiro. O Peixe, avaliado em R$ 1,43 a cada R$ 1,00 aplicado por você, segundo o Oddsshark.com, teve mais tempo para se preparar para o duelo, já que não disputa mais o Paulistão. O técnico Jorge Sampaoli tem dois desfalques. O lateral Felipe Jonatan disputou o torneio pelo Ceará, por isso fica de fora. O meia peruano Christian Cueva foi expulso contra o Atlético Goianiense e terá que cumprir suspensão. A provável escalação caseira deve ser formada por: Everson; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique e Diego Pituca; Alison, Jean Mota e Carlos Sánchez; Soteldo (ou Jorge), Rodrygo e Derlis González.

O retrospecto santista em mata-matas com o adversário carioca é positivo. Em 2017, também pela Copa do Brasil, o clube paulista venceu em casa por 3 a 1, e fora empatou em 2 a 2, ficando com a classificação. Será a segunda partida do Alvinegro na Vila depois da reforma que o estádio passou. Na semana passada, ele venceu o Dragão por 3 a 0.

Do outro lado, o Vasco está pressionado por conta de derrota de 2 a 0 para o Flamengo na partida de ida da final do Cariocão. Agora, o Gigante da Colina é obrigado a mudar o foco para não se prejudicar ainda mais. É preciso voltar para o Rio com um resultado minimamente aceitável.

O meia Rossi, em processo de recuperação de uma lesão muscular, não vai ser relacionado, assim como o goleiro Fernando Miguel e o zagueiro Leandro Castán. Alberto Valentim começará o jogo com: Gabriel Felix; Raúl Cáceres, Werley, Ricardo Graça e Danilo Barcelos; Lucas Mineiro, Raul, Bruno César (ou Lucas Santos), Yago Pikachu e Marrony; Maxi López.

Apesar do atual momento ser delicado, o Cruz-Maltino vem de 3 resultados positivos fora de casa. O mais recente foi a vitória de 1 a 0 sobre o Avaí na Ressacada pela própria Copa do Brasil. Um novo triunfo rende R$ 7,50.

Chapecoense x Corinthians

Mais tarde, às 21h30, na Arena Condá, a Chapecoense pega o Corinthians. Mesmo sendo finalistas do Campeonato Catarinense, os donos da casa não vão poupar ninguém, não. A ideia do técnico Ney Franco é ter força máxima em campo. A Chape vem de 2 vitórias em clássicos regionais sobre Figueirense, por 1 a 0, e Criciúma, pelo placar de 2 a 0. Este segundo encontro foi válido pelo duelo da volta da Copa do Brasil, fora de casa. Ney Franco deve escalar a equipe com: Vagner, Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos e Gustavo Campanharo; Régis, Aylon e Everaldo. Os atacantes Victor Andrade e Rildo estão lesionados.

O Timão, por sua vez, também envolvido em uma semana decisiva por conta do Estadual, vai ter algumas mudanças na equipe. Cássio, Danilo Avelar e Junior Urso – estes dois lesionados – estão fora. O goleiro foi expulso na derrota de 1 a 0 para o Ceará na semana passada. Fábio Carille deve mandar a campo os seguintes atletas: Walter, Michel Macedo, Marllon, Pedro Henrique e Carlos Augusto; Richard, Ramiro e Sornoza; Pedrinho, Vagner Love e Boselli.

Em Chapecó, o retrospecto corintiano é muito bom. Lá, em 5 jogos foram 4 triunfos e apenas 1 revés. É sempre interessante avaliar bem o time de São Paulo, apesar dele estar há 3 partidas em jejum. Caso vença, o retorno é extremamente positivo. Os anfitriões pagam R$ 2,35, R$ 1,00 a menos que os visitantes.

Fluminense x Santa Cruz

A partida contra o Santa Cruz, às 21h30, no Maracanã, tem um detalhe bem importante para o torcedor tricolor. Pode ser o retorno do atacante Pedro depois de 8 meses afastado dos gramados se recuperando de um rompimento de ligamento. Para muitos analisas esportivos e torcedores, a volta do jovem atleta eleva mais o patamar do clube das Laranjeiras. Todo mundo quer vê-lo jogar ao lado de Paulo Henrique Ganso. Primeiramente, ele vai ficar no banco de reservas até porque ainda não tem 100% de condicionamento físico.

Diniz também deve contar com o retorno do volante Airton, recuperado de lesão na coxa esquerda. Os cariocas vêm de uma vitória em casa sobre o Luverdense por 2 a 0. A escalação do Flu deve ser: Rodolfo; Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Caio Henrique; Airton, Allan e Ganso; Everaldo, Luciano e Yony González.

Mesmo o Santinha estando com um retrospecto de 3 derrotas e 1 vitória como mandante, podemos esperar um jogo bastante disputado. Dos dois lados do encontro temos artilheiros da Copa do Brasil. Tanto Luciano, do Fluminense, quanto Pipico, do Santa Cruz, estão com 4 gols marcados até o momento. O empate no placar gera R$ 3,00, indica o Oddsshark.com.

Bahia x Londrina

Para fechar a semana, Bahia e Londrina duelam na Arena Fonte Nova, em Salvador, a partir das 20h. O favoritismo é do Tricolor de Aço, que vem de 3 triunfos seguidos na Terrinha, enquanto o Londrina vem de 1 revés para o Coritiba, por 1 a 0, e empate de 2 a 2 com o Toledo – ambos os jogos pelo Paranaense. Também temos que ressaltar que aqui estamos diante de clubes de patamares diferentes. Um time é da elite brasileira e o outro da segunda divisão.

Jogos de ida da quarta fase da Copa do Brasil:

Quarta-feira, 17 de abril

19:15 – Santos (R$ 1,43) 2 x 0 (R$ 7,50) Vasco. Empate: R$ 4,30

21:30 – Chapecoense (R$ 2,35) 1 x 0 (R$ 3,35) Corinthians. Empate: R$ 3,00

21:30 – Fluminense (R$ 2,32) 2 x 0 (R$ 3,30) Santa Cruz. Empate: R$ 3,00

Quinta-feira, 18 de abril

20:00 – Bahia(R$ 1,74) x (R$ 4,65) Londrina. Empate: R$ 3,50

 

Comentários

Gaúcho, colorado e estudante de Engenharia de Computação. Doente por futebol desde que se entende por gente. Joga futsal nas horas vagas. A cada dois jogos, uma lesão.