Duelos decisivos na Libertadores e na Copa do Brasil rendem bons retornos nas casas de apostas; veja como lucrar

  • por Victor Gandra Quintas
  • 5 Meses atrás

Times dão um tempo nos campeonatos estaduais para se dedicarem aos torneios

Semana importantíssima tanto na Libertadores da América quanto na Copa do Brasil. No torneio continental tem equipe brasileira precisando vencer para não se complicar, enquanto que no campeonato nacional também tem clube grande precisando ficar atento com possíveis zebras. Fique de olho nas cotas de apostas para lucrar uma grana. Vamos nessa!

LIBERTADORES

Athletico Paranaense 1 x 0 Deportes Tolima

O Furacão vive uma fase muito positiva no torneio sul-americano, na liderança isolada do Grupo G, com 9 pontos. Em todos 3 jogos disputados na Arena da Baixada, foram 3 vitórias, com 100% de aproveitamento. Na terça-feira, 9 d abril, a vitória foi de 1 a 0 sobre o Deportes Tolima, da Colômbia. De acordo com o Oddsshark.com, o triunfo caseiro rendeu R$ 1,50 a cada R$ 1,00 investido por você.

Internacional 3 x 2 Palestino

O Colorado também vai muito bem, tanto que garantiu a classificação para o mata-mata ao derrotar os chilenos do Palestino por 3 a 2 no Beira-Rio. O Inter, que pagou R$ 1,37, está no topo do Grupo A, com 10 pontos conquistados, garantido nas oitavas de final. É o primeiro time a se classificar em 2019.

Cruzeiro 4 x 0 Huracán

Toda vez que falamos sobre o Cruzeiro, falamos que atualmente é o time brasileiro mais confiável para se fazer apostas. A Raposa segue invicta na temporada. Na quarta-feira, no Mineirão, goleou o Huracán, da Argentina, por 4 a 0, e se classificou na primeira colocação do Grupo B, com 12 pontos. A vitória pagou R$ 1,38.

Cerro Porteño 4 x 1 Atlético Mineiro

O Galo até começou bem o duelo com o Cerro Porteño, no Paraguai, abrindo o placar, porém sucumbiu e perdeu por 4 a 1. A derrota complicou a vida dos atleticanos, que não contam mais com o treinador Levir Culpi. Agora, na 3ª posição do Grupo E, os mineiros não dependem mais de sí para se classificarem. O Cerro gerou R$ 2,20.

Palmeiras 3 x 0 Junior Barranquilla

Pressionado pela própria torcida, e com o seu ônibus apedrejado na chegada ao Allianz Parque, o Palmeiras deixou o problemas fora de campo e venceu os colombianos do Junior Barranquilla por 3 a 0. O Verdão, estimado em R$ 1,37, se manteve na vice-liderança do Grupo F, com 9 pontos, 3 a menos que o San Lorenzo, da Argentina.

Grêmio 3 x 1 Rosário Central

Finalmente, o Grêmio conseguiu reagir no Grupo H, ao vencer o Rosário Central, da Argentina, por 3 a 1, na Arena. Foi a primeira vitória do Tricolor na atual edição da Libertadores, o que manteve os gaúchos na 3ª colocação da chave e vivos na busca por uma vaga nas oitavas de final. O Oddsshark.com indicou o Grêmio com o retorno de R$ 1,22.

Flamengo x San José

Na quinta-feira, às 21h, no Maracanã, o Flamengo precisa vencer para recuperar os pontos perdidos na derrota de 1 a 0 sofrida para o Peñarol, do Uruguai. O Rubro-Negro é o 2º colocado do Grupo D, 6 pontos, igual aos uruguaios, que estão na frente. É obrigação vencer o San José, da Bolívia, assim como foi na estreia, no 1 a 0, lá na altitude de Oruro. Os bolivianos são a equipe mais fraca da chave, sem dúvida alguma. Só conseguem fazer uma graça em casa. Eles está na lanterna da chave com 1 ponto.

Para a partida do meio da semana, o técnico Abel Braga não vai contar com o atacante Gabigol, que foi expulso anteriormente. Uribe está lesionado. Caso Bruno Henrique tenha condições de jogo, ele pode ser colocado como centroavante. O Fla está cotado em R$ 1,10 para 1.

A escalação deve ser formada por: Diego Alves; Renê, Rodrigo Caio, Léo Duarte, Pará; Cuéllar, Willian Arão e Diego; Arrascaeta (ou Vitinho), Bruno Henrique (ou Victor Gabriel) e Everton Ribeiro.

COPA DO BRASIL

Fluminense 2 x 0 Luverdense

Após a eliminação no Carioca, o Fluminense retomou as vitórias derrotando a Luverdense por 2 a 0, no Maracanã, rentabilizando R$ 1,15 no Bodog, patrocinador oficia da Copa do Brasil. Debaixo de muita chuva, os comandados do técnico Fernando Diniz seguem para a 4ª fase da Copa do Brasil.

Avaí 0 x 1 Vasco

O Gigante da Colina espantou a crise com vitória de 1 a 0 sobre o Avaí na Ressacada. O triunfo, que pagou sensacionais R$ 3,10, foi importante também para dar tranquilidade ao time antes da primeira partida da final do Cariocão, que será disputada no fim de semana.

Juventude x Botafogo

Assim como o Vasco, o Botafogo, avaliado em R$ 2,20, também está com os salários atrasados. Complicado, mas, se os alvinegros quiserem continuar na Copa do Brasil vai ser preciso passar por isso no jogo de quinta-feira, às 19h15, no Alfredo Jaconi. No Rio, semana passada, tivemos um empate de 1 a 1. A matemática é simples. Outra igualdade, independente do marcador, dá pênaltis.

O atacante Paulo Sérgio, do Juventude, e o volante João Paulo, do Botafogo, foram expulsos no Rio e não poderão estar em campo. O Fogão deve jogar com: Gatito; Gilson, Gabriel, Marcelo Benevenutto e Marcinho; Alex Santana, Jean e Cícero; Luiz Fernando, Erik e Diego Souza.

Santos x Atlético Goianiense

Pagando R$ 1,25, o Santos precisa correr atrás, já que em Goiânia perdeu por 1 a 0. Na ocasião, o técnico Jorge Sampaoli optou por escalar uma formação mesclada, com atletas titulares e reservas. Caso o Peixe vença por 1 a 0, teremos penalidades.  O placar de O a 0 é do Dragão. A equipe do Litoral Paulista vem de uma eliminação no Estadual, nos pênaltis, para o Corinthians. No tempo normal, os santistas venceram por 1 a 0, tendo massacrado o adversário.

Na Vila Belmiro, o Peixe vai de: Éverson; Jorge, Aguilar, Lucas Veríssimo e Victor Ferraz; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Cueva (ou Rodrygo), Soteldo, e Derlis González.

O time do Centro-Oeste está animado, afinal tem uma vantagem ao seu favor. Ele também derrotou no fim de semana o rival Vila Nova por 1 a 0. Os atleticanos não perdem há 11 compromissos. O técnico Wagner Lopes não vai ter desfalques, vai com o que tem de melhor a sua disposição.

Jogos da 4ª rodada da Libertadores da América e da 3ª fase da Copa do Brasil:

LIBERTADORES

Terça-feira, 9 de abril

19:15 – Athletico Paranaense (R$ 1,50) 1 x 0 (R$ 6,75) Tolima. Empate: R$ 4,00

19:15 – Olímpia (R$ 1,55) 2 x 1 (R$ 6,05) Godoy Cruz. Empate: R$ 3,95

21:30 – Internacional (R$ 1,37) 3 x 2 (R$ 8,50) Palestino. Empate: R$ 4,55

21:30 – Peñarol (R$ 1,64) 1 x 0 (R$ 5,10) LDU. Empate: R$ 3,80

21:30 – San Lorenzo (R$ 1,37) 2 x 0 (R$ 9,00) Melgar. Empate: R$ 4,50

Quarta-feira, 10 de abril

19:15 – Cerro Porteño (R$ 2,20) 4 x 1 (R$ 3,50) Atlético Mineiro. Empate: R$ 3,25

19:15 – Cruzeiro (R$ 1,38) 4 x 0 (R$ 9,00) Huracán. Empate: R$ 4,35

19:15 – Nacional (R$ 1,30) 1 x 0 (R$ 10,50) Zamora. Empate: R$ 4,80

19:15 – Sporting Cristal (R$ 1,90) 2 x 0 (R$ 3,90) Universidad Concepción. Empate: R$ 3,45

21:30 – Boca Juniors (R$ 1,12) 4 x 0 (R$ 19,00) Jorge Wilstermann. Empate: R$ 8,00

21:30 – Grêmio (R$ 1,22) 3 x 1 (R$ 14,00) Rosário Central. Empate: R$ 5,50

21:30 – Palmeiras (R$ 1,37) 3 x 0 (R$ 9,00) Junior Barranquilla. Empate: R$ 4,50

21:30 – Universidad Católica (R$ 2,05) 2 x 3 (R$ 3,70) Libertad. Empate: R$ 3,20

Quinta-feira, 11 de abril

19:00 – River Plate (R$ 1,14) x (R$ 16,25) Alianza Lima. Empate: R$ 7,50

21:00 – Flamengo (R$ 1,10) x (R$ 21,00) San José. Empate: R$ 9,00

23:00 – Emelec (R$ 1,39) x (R$ 8,25) Deportivo Lara. Empate: R$ 4,40

COPA DO BRASIL

Terça-feira

19:15 – Bahia (R$ 1,50) 1 x 0 (R$ 5,60) CRB. Empate: R$ 3,95

Quarta-feira

19:15 – Fluminense (R$ 1,15) 2 x 0 (R$ 13,00) Luverdense. Empate: R$ 6,50

19:15 – Bragantino (R$ 2,45) 3 x 2 (R$ 2,60) Aparecidense. Empate: R$ 3,20

19:15 – Criciúma (R$ 2,20) 0 x 2 (R$ 3,30) Chapecoense. Empate: R$ 3,35

21:30 – Avaí (R$ 2,30) 0 x 1 (R$ 3,10) Vasco. Empate: R$ 3,20

21:30 – Santa Cruz (R$ 2,10) 3 x 0 (R$ 4,00) ABC. Empate: R$ 2,95

Quinta-feira

19:15 – Juventude (R$ 3,25) x (R$ 2,20) Botafogo. Empate: R$ 3,15

19:15 – Santos (R$ 1,25) x (R$ 11,00) Atlético Goianiense. Empate: R$ 5,25

 

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).