Na Copa do Mundo feminina, Brasil paga bem se bater a Austrália, enquanto que os homens, na Copa América, têm barbada contra a Bolívia

  • por Doentes por Futebol
  • 4 Meses atrás

Aproveite os dois torneios para lucrar uma grana dando os seus palpites

Esta semana é dia de acompanharmos a Seleção Brasileira, tanto feminina como masculina. Na quinta-feira, dia 13 de junho, as mulheres entram em ação pela segunda rodada da Copa do Mundo de Futebol da França, enquanto que um dia depois é a vez dos homens estrearem na Copa América, aqui em terras tupiniquins. São duas ótimas oportunidades para dar os seus palpites e lucrar uma grana nos melhores sites de apostas.

Austrália x Brasil

A bola rola às 13h, no Stade de La Masson, na cidade de Montpellier, para o encontro das brasileiras com as australianas pelo Grupo C do Mundial. Na rodada de estreia do torneio, nossas guerreiras venceram bem a Jamaica pelo placar de 3 a 0. Caso elas consigam um novo triunfo, a vaga nas oitavas de final estará assegurada. Mas, todo mundo quer saber, a atacante Marta, eleita por diversas vezes a melhor jogadora do mundo, joga ou não? Bom, a atleta, que se recupera de uma lesão muscular na coxa esquerda, tem chances de estar em campo. Pelo menos esse era o cenário no momento que o texto foi escrito. A definição sairá momentos antes da bola rolar.

Segundo a meio-campista Andressa Alves, durante entrevista coletiva, Marta está com “sangue nos olhos”, louca de vontade de entrar em campo. Quem certamente estará dentro das quatro linhas é a atacante Cristiane, vice-artilheira geral da competição com três tentos. A expectativa da torcida, assim como da comissão técnica, é vê-la jogando ao lado de Marta.

O treinador Vadão deve mandar a campo a seguinte equipe: Bárbara, Leticia Santos, Kathellen, Mônica e Tamires; Thaisa, Formiga e Andressa Alves; Debinha, Marta (ou Bia) e Cristiane.

Do outro lado do embate, as australianas necessitam bastante da vitória, já que perderam de virada, por 2 a 1, para a Itália na partida anterior. Pode esperar que teremos um duelo bem delicado pela frente. Lembra das Olimpíadas do Rio, disputada em 2016, as brazucas encararam a seleção da Oceania pelas quartas de final. A vaga na semifinal só veio nos pênaltis, depois do 0 a 0 no tempo normal. No ano passado, também encaramos a Austrália, desta vez pelo Torneio das Nações, nos Estados Unidos. Nesta ocasião, perdemos por 3 a 1.

A escalação base deste time é formada por: Williams; Catley, Kennedy, Polkinghorne e Carpenter; Van Egmond; Logarzo, Foord, Yallop e Raso; Keer.  De acordo com o Oddsshark.com, o favoritismo é da gringas, avaliadas em R$ 2,10, enquanto que as brasileiras rendem R$ 3,20 a cada R$ 1,00 aplicado por você na SpinSports.

Brasil x Bolívia

Na sexta-feira, às 21h30, horário de Brasília, no Estádio do Morumbi, em São Paulo, os comandados do treinador Tite tendem a ter uma partida mais tranquila que as mulheres. A Bolívia não tem nem o terço da qualidade que nós temos. Aqui, no Brasil, os bolivianos nunca ganharam de nós.

Não podemos deixar de falar também que a goleada de 7 a 0 sobre Honduras no Beira-Rio, no último domingo, mostrou finalmente que a seleção pode, sim, jogar bem sem ter Neymar em campo. Depois do Mundial da Rússia, disputado no ano passado, o time canarinho entrou em campo 10 vezes. Não é loucura nenhuma afirmar que a melhor apresentação foi a que vimos diante dos hondurenhos, e não falamos por conta do placar elástico, não, mas por conta da qualidade do futebol mostrada.

Ao que tudo indica, Tite não vai poder escalar o volante Arthur, do Barcelona. Ele ainda se recupera da pancada que levou no fim de semana na região do joelho direito. Allan, ex-Vasco, que hoje joga no Napoli, da Itália, e Fernandinho brigam pela vaga no meio-campo.

A possível escalação canarinha deve ser: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís; Casemiro, Allan (ou Fernandinho) e Philippe Coutinho; Richarlison, Gabriel Jesus (ou Roberto Firmino) e David Neres.

Voltando a falar rapidamente da Bolívia, só para tu ter uma noção um pouco melhor do nosso adversário, os bolivianos não vencem desde o dia 13 de outubro, quando fizeram 3 a 0 sobre Myanmar. De lá para cá, foram 4 resultados negativos e 3 empates.

Com base nessas informações que lemos, vale a pena investir na possibilidade que o Brasil vai marcar 2 ou 3 gols, rendendo R$ 3,45 e R$ 3,75, respectivamente. Agora, se vencer por 4 a 0, a cota sobre para R$ 7,25 para 1, indica o Oddsshark.com.

Confira os jogos da semana:

Segunda rodada da Copa do Mundo feminina:

Quarta-feira, 12 de junho

10:00 – Nigéria (R$ 3,40) 2 x 0 (R$ 2,05) Coreia do Sul. Empate: R$ 3,35

13:00 – Alemanha (R$ 2,00) 1 x 0 (R$ 3,60) Espanha. Empate: R$ 3,35

16:00 – França (R$ 1,30) 2 x 1 (R$ 9,25) Noruega. Empate: R$ 4,95

Quinta-feira, 13 de junho

13:00 – Austrália (R$ 2,10) x (R$ 3,20) Brasil. Empate: R$ 3,50

16:00 – África do Sul (R$ 7,00) x (R$ 1,43) China. Empate: R$ 4,15

Sexta-feira, 14 de junho

10:00 – Japão (R$ 1,57) x (R$ 5,60) Escócia. Empate: R$ 3,80

13:00 – Jamaica (R$ 19,50) x (R$ 1,10) Itália. Empate: R$ 8,50

16:00 – Inglaterra (R$ 1,07) x (R$ 22,25) Argentina. Empate: R$ 8,75

Sábado, 15 de junho

10:00 – Holanda (R$ 1,13) x (R$ 24,75) Camarões. Empate: 4,32

16:00 – Canadá (R$ 1,37) x (R$ 2,00) Nova Zelândia. Empate: R$ 4,25

Domingo, 16 de junho

10:00 – Suécia (R$ 1,01) x (R$ 53,25) Tailândia. Empate: R$ 20,75

13:00 – Estados Unidos (R$ 1,04) x (R$ 34,25) Chile. Empate: R$ 13,50

Primeira rodada da Copa América:

Sexta-feira

21:30 – Brasil (R$ 1,09) x (R$ 29,00) Bolívia. Empate: R$ 9,50

Sábado

16:00 – Peru (R$ 2,45) x (R$ 3,25) Venezuela. Empate: R$ 2,95

19:00 – Argentina (R$ 2,25) x (R$ 3,50) Colômbia. Empate: R$ 3,15

Domingo

16:00 – Paraguai (R$ 1,66) x (R$ 6,05) Qatar. Empate: R$ 3,50

19:00 – Uruguai (R$ 1,74) x (R$ 5,50) Equador. Empate: R$ 3,25

Segunda-feira

20:00 – Japão (R$ 7,75) x (R$ 1,40) Chile. Empate: R$ 4,40

Comentários