Com a volta de Marta, Pia convoca seleção com quatro corintianas

  • por Marcela Natra
  • 1 month atrás

No comando da seleção brasileira, Pia Sundhage convocou 23 jogadoras para os amistosos contra Inglaterra e Polônia, nos dias 5 e 8 de outubro em Middlesbrough e Kielce, respectivamente. A lista tem cinco novos nomes e a permanência de medalhões questionados pela torcida. Marta retorna após lesão e o Corinthians é o time com mais convocadas, junto com o Tacón (Real Madrid) a equipe paulista é a única com mais de uma convocada.

O melhor elenco do país, colecionando vitórias, o Corinthians teve quatro atletas na lista de Pia: a goleira Letícia, a zagueira Erika, a lateral Tamires e meia Victoria. Apesar do número grande de referências, é muito sentida a ausência de Pardal, a zagueira Ingrid Fransisco é uma das melhores do Campeonato Brasileiro e foi esquecida pela treinadora que continuou optando por nomes marcados em convocações anteriores.

Foto: reprodução – Tamires, do Corinthians, novamente na lista de Pia Sundhage

Marta está de volta a lista após se recuperar de lesão. A jogadora ainda não voltou a atuar pelo Orlando Pride – deve voltar a campo no último final de semana de setembro, contra o Sky Blue, mas já está escalada pela Pia para retornar à seleção.

Foto: reprodução – Marta volta a Seleção após se recuperar de lesão

Da Espanha são cinco jogadoras. A goleira Aline Reis, atleta do Tenerife, Thaisa Moreno e Daiane Medeiros, do Tacón (Real Madrid feminino a partir de julho de 2020) voltaram a serem convocadas, a zagueira foi chamada por Pia pela primeira vez e Thaísa já havia sido escalada para a Copa Uber, mas foi cortada de última hora por lesão. Ludmila, atacante do Atlético de Madrid, estreou na Champions League Feminina com dois gols na vitória colchonera sobre o Spartak Subotica e voltou a aparecer na lista. Mônica, zagueira veterana da Seleção que transferiu-se recentemente para o Madrid C.F. (não é o Real Madrid) também voltou a aparecer na convocação- decisão muito questionada nas redes sociais devido a baixa regularidade da atleta em campo e os poucos jogos disputados no ano.

Além da goleira corintiana e da zagueira merengue, que aparecem na chamada da treinadora sueca pela primeira vez, a zagueira Giovanna, do Avaldsnes da Noruega, e a lateral-direita Poliana, do São José, também são novidade. A meia Maria Alves, recém contratada pela Juventus, surge pela primeira vez convocada pela técnica.

Foto: reprodução – Maria Alves é uma das novidades na lista

Na lista ainda aparecem nomes bem conhecidos como a goleira Bárbara, do Avaí e a meia Andressa Alves, da Roma. A zagueira Kathellen do Bordeaux da França, Bia Benites, do Internacional e Luana, Bia Zanerrato e Chú, ambas jogando no futebol asiático, também aparecem na lista. Com a equipe recém classificada para os playoffs da National Woman Soccer League (NWSL), a atacante Debinha do North Carolina Courage fecha a convocação.

As alterações nos nomes é pequena se comparada a expectativa de que a sueca traria rostos novos para a seleção. Pia mantém a base do elenco e agregou alguns rostos novos. Na coletiva a técnica disse que a decisão por manter um mesmo grupo é pela aposta de entrosamento. É fácil ver essa escola de futebol na Seleção dos EUA, onde 90% do elenco se repete nas convocações e as alterações são feitas aos poucos. Resta a nós aguardar e torcer para que a sueca esteja certa. Deixa ela trabalhar.

Comentários

Jornalista, apaixonada pela camisa blanca merengue, começou escrevendo sobre cinema até fundar o MeuMadrid e descobrir que as histórias que queria contar eram as do campo da bola.