O “novo” Everton

  • por Victor Gandra Quintas
  • 11 Dias atrás

Há algumas temporadas, o Everton, time azul de Liverpool, vem tentando se organizar e buscar os lugares mais altos da tabela da Premier League. Acontece que, mesmo com razoáveis investimentos, o time parecia não progredir. Jogadores promissores em outras ligas ou clubes não rendiam o esperado. O mesmo acontecia com os treinadores, que faziam bons trabalhos nos clubes anteriores, mas não conseguiam aplica suas filosofias de forma satisfatória nos Toffies.

Acontece que a coisa parece ter mudado com a chegada de Ancelotti no decorrer da última temporada e, principalmente, no inicio desta. O experiente técnico italiano terminou a temporada de 2019-2020 com o que tinha em mãos, mas ao iniciar a nova época, tratou de mostrar o por quê de ter um currículo tão vitorioso.

As contratações foram certeiras, nada em jogadores promissores, mas atletas que já faziam boas temporadas há algum tempo. Assim, o setor que mais recebeu reforço foi o meio-campo, contando com Decouré, vindo do Watford, Allan, ex-Napoli e a principal contratação James Rodríguez, que estava no Real Madrid.

O time, que contava com alguns bons nomes como o capitão Coleman, Digne, André Gomes e Richarlison, finalmente parecia no rumo certo. E foi exatamente isso que aconteceu! Hoje o Everton é o líder do campeonato inglês, o único a vencer as 4 partidas já disputadas. Ainda é só o início, mas bastante promissor.

Vale destacar o momento do jovem Calvert-Lewin de 23 anos. O atacante sempre demonstrou qualidade, mas faltava amadurecer e ser mais decisivo. A chegada de James, que tem provado que ainda é um jogador de alto nível, e a parceria com Richarlison, polivalente e voluntarioso atacante, tem feito muito bem para ele, sendo um dos destaques deste inicio de temporada. No entanto, o ponto negativo é o goleiro Pickford, que desde a temporada passada tem falhado em certos momentos. Pickford é jovem e promissor, mas parece estar passando por uma fase de ansiedade e falta de confiança e, por este motivo, o Everton contratou o experiente da seleção sueca Olsen, que estava na Roma.

Esta tem tudo para ser uma boa temporada para o Everton, que conta com um treinador qualificado, com muita bagagem e qualidade, além de um time forte e bons atletas para suportar a temporada. Pode não manter a liderança até o final, já que sabemos que a o Campeonato Inglês é bastante competitivo e conta com clubes com muito mais recursos, mas a chance de ficar sempre entre os primeiros é real.

Quer saber mais sobre o Everton? Confira o excelente guia do pessoal da PL Brasil aqui.

Comentários

Natural de Belo Horizonte. Torcedor do Cruzeiro e da Juventus. Um Doente por Futebol. Desde pequeno um apreciador do esporte mais popular do mundo, preferindo mais em acompanhar do que jogar (principalmente por não ter talento algum com a bola).