Cristiano x Ronaldo: Driblador no United e Matador no Madrid

11880408_10205145141293483_7506358357307001265_n

A imagem acima não deixa dúvidas: o Cristiano Ronaldo do Manchester United é um e o Cristiano Ronaldo do Real Madrid é outro.

Tomamos a liberdade de repartir seu nome em dois neste especial, aproveitando ser a composição de dois nomes próprios, e a partir deles, seguir explicando e descrevendo a mudança no estilo de jogo do português, que com o passar dos anos foi ficando cada vez mais forte fisicamente e dominante em marcar gols, deixando sua veia dribladora no passado.

999-sir-alex-ferguson-presenting-cristiano-ronaldo-manchester-united-2003

A primeira parte do especial falará sobre Cristiano: o jovem talento português que se transferiu do Sporting para o poderoso Manchester United. Um jovem de penteado estranho, corpo grande e meio desengonçado, mas que com a bola nos pés era um verdadeiro diabo (fazendo jus ao time em que jogava) e que partia para cima de seus marcadores com tudo, distribuindo fantasia para seus torcedores e encantando o mundo com seu riquíssimo repertório de dribles.

Ronaldo

Já na segunda parte, será a vez de Ronaldo, a máquina merengue de marcar gols. Mais forte, maduro e consolidado como jogador, Ronaldo chegou como grande estrela dos novos galáticos de Florentino Pérez, e superou as expectativas até do madridista mais otimista. Ninguém esperaria ver um jogador do futebol moderno marcar mais gols do que partidas disputadas e conseguir superar o peso imensurável de ser o jogador mais caro do planeta (na época de sua contratação).

cristianoronaldo7_efe

Enfim, chega de introduções e vamos mergulhar na riquíssima e vencedora história de Cristiano Ronaldo: o talento português que saiu da pequena Ilha da Madeira para conquistar o mundo e deixar para sempre sua marca no futebol:

Parte 1 – Cristiano: o Diabo com a bola nos pés

Parte 2 – Ronaldo: a máquina merengue de marcar gols

Comentários