• Entre o sonho e a realidade, a minha despedida do Olímpico

      “Filho, filho…chegamos, acorda”. Foi assim que amanheci neste último domingo, 2 de dezembro de 2012. Ainda sonolento, abri os olhos e parecia que minha cama estava em movimento. E não era impressão, me vi deitado no banco de trás do carro, minha irmã Renata sorria e meus pais me olhavam como se eu ainda […]
    • por Eduardo Jenisch Barbosa
    • 6 Anos atrás