• O momento de Isco e a esperança da Espanha

    À borda de um penhasco sem nome, ele põe-se de pé. Vê-se que não há cores na vida, nem nos cortes escarlates das suas tatuagens; nem nos retalhos de seus pulsos, marcados devido as correntes que sempre o ligaram ao banco de reservas. Seus olhos são pretos como a tempestade agitada que marca o Santiago […]
    • por Victor Mendes Xavier
    • 1 year atrás