• Dez “Novos Maradonas” que não vingaram

    Poucos países reverenciam tanto um futebolista quanto a Argentina faz com Maradona. A idolatria que o ex-jogador possui em sua terra natal é tão grande que o alçou ao posto de divindade (não é exagero: há até um grupo de torcedores que criaram a Igreja Maradoniana, em que celebram o argentino como seu deus). A […]
    • por Henrique Souza
    • 5 Anos atrás
  • Um brinde à historia

    A mística que permeia o universo futebolístico é de um encanto sublime e imensurável. Para nós, mais jovens, nem mesmo as limitações impostas pelo tempo são capazes de nos desprender dos laços com o passado. Ouvir as fascinantes histórias contadas por nossos avós fazem com que essa barreira imposta pelo passar das décadas se torne […]
  • Calleri, o atacante que despertou com Tévez

    No Boca Juniors é praxe a busca de jovens talentos em outras equipes do próprio país. Assim foi com Diego Armando Maradona e Juan Roman Riquelme – para citar dois apenas. Seguindo esse modus operandi, em meados de 2014, o clube anunciou a contratação de Jonathan Calleri, atacante criado no All Boys e, à época, […]
  • Precisamos falar de Nico Gaitán

    Grande destaque da vitória do Benfica contra o Atlético de Madrid, válida pela segunda rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o argentino Nico Gaitán vem mostrando impressionante regularidade há muitas temporadas e é um dos sobreviventes do desmanche vivido pelos Encarnados na temporada 2014-2015. Considerando apenas partidas da Liga Portuguesa, na referida […]
  • O incômodo jejum da albiceleste

    Camisa pesada, tradição e jogadores que, ao longo de tantos anos, nos encantaram com seu estilo único de praticar futebol. A seleção argentina é um celeiro de craques, de devoção, entrega e, acima de tudo, de conquistas. No entanto, o pesar encontra-se justamente no hiato de títulos que incomoda e assombra a albiceleste. A última […]
    • por Raniery Medeiros
    • 5 Anos atrás
  • Camisas 10 a meio-pau

    Quando a morte nos pega de surpresa, o choque é maior. O baque não nos deixa tristes, mas torna o pensamento confuso, nos sentimos perdidos. Perdidos por uma perda. Neste domingo, a morte não foi física, mas foi igualmente real. É hora de hastear as camisas 10 a meio-pau. Juan Román Riquelme nos deixou. Na […]
    • por Rodrigo Dornelles
    • 6 Anos atrás