• Será Cárdenas a peça que faltava ao Galo?

    Por O Futebólogo O ano era 2013. Com uma linha de três meias formada pelo dedicado Bernard, pelo genial criador e distribuidor de jogo Ronaldinho Gaúcho e pelo talentosíssimo Diego Tardelli, o Atlético Mineiro ganhou a América. Curiosamente, em 2015, o Galo parece estar rumando taticamente por semelhantes veredas do vitorioso time treinado por Cuca. […]
  • A vitoriosa gestão de Alexandre Kalil

    “O tempo está passando muito rápido.” Quantas vezes não nos deparamos com essa afirmação em nosso cotidiano? E é justamente isso que deve estar passando pela cabeça do torcedor do Atlético neste momento. O porquê? O final do segundo mandato de Alexandre Kalil, presidente responsável por devolver ao clube mineiro o orgulho e a competitividade […]
  • Ninfomaníaca (Versão DPF)

    O pôster do novo e polêmico filme “Ninfomaníaca”, do cineasta dinamarquês Lars Von Trier, é a mais recente vítima da criatividade de internautas mundo afora. Nós, do Doentes por Futebol, não poderíamos perder a chance de apresentar as nossas versões deste meme. Confira as imagens!  
    • por Doentes por Futebol
    • 7 Anos atrás
  • No alto de tantas glórias

    Há 28 anos, o Coritiba era campeão brasileiro e conquistava o maior título da história alviverde Dia 31 de Julho de 1985 marcou uma data histórica do futebol nacional. Há exatos 28 anos, o Coritiba conquistava o Campeonato Brasileiro diante do tradicional Bangu em pleno Maracanã. Na ocasião, todas as torcidas do Rio de Janeiro […]
  • Os cinco milagres do Galo

    Não se pode tirar os méritos da conquista do Atlético Mineiro. O time de melhor campanha da primeira fase e que apresentou o futebol mais bem jogado sagrou-se campeão. Mas o futebol é cheio de ditados folclóricos que, muitas vezes, encaixam-se na realidade dos vencedores. No caso do Galo, houve a verdadeira “sorte de campeão”. […]
    • por Leandro Lainetti
    • 7 Anos atrás
  • Perebas na seleção

    O torcedor brasileiro sempre foi muito exigente com sua seleção e Felipão não foi o primeiro, nem será o último treinador a ser criticado e questionado por suas convocações. Momento na carreira, artilharias, confiança do treinador, tudo isso pesa na hora do “professor” apontar o dedo e escalar quais serão os próximos a terem uma chance […]
    • por Lucas Sartorelli
    • 8 Anos atrás