• Do sonho à dura realidade, o 2016 do América-MG

    O torcedor americano aguardou ansiosamente o início de 2016. Afinal, após quatro anos na Série B, o América-MG finalmente estava de volta à elite do futebol brasileiro. Para deixar esse momento ainda mais especial, o Coelho conquistou o Campeonato Mineiro deste ano em grande estilo: eliminou o Cruzeiro e derrotou o Atlético na final, erguendo […]
    • por Lucas Sousa
    • 4 Anos atrás
  • Falta criatividade ao Coelho

    O América Mineiro está de volta à elite do futebol brasileiro. Após quatro temporadas, o Coelho enfim voltou à competição mais importante do futebol brasileiro. Sob o comando de Givanildo de Oliveira, treinador com grande identificação com o clube (comandou o Decacampeão nos acessos da Série B para a A, em 1997 e 2015, e […]
  • Vitória de volta à Série A

    (Por Tiago Lemos) Em 7 de dezembro de 2014, o Vitória despedia-se de forma melancólica da Série A. A derrota para o Santos por 1 a 0, em pleno Barradão, era a 20ª da equipe rubro-negra naquela edição da principal competição nacional. O rebaixamento foi um baque para o clube, que fora quinto colocado no […]
    • por Doentes por Futebol
    • 5 Anos atrás
  • Sobre Deuses e Símbolos

    Em sua obra-prima literária, “Deuses Americanos”, o escritor inglês Neil Gaiman (o mesmo de Sandman) discorre acerca de uma batalha física conduzida por seres metafísicos. Deuses de antigas mitologias são confrontados mortalmente por Deuses do mundo pós-moderno e sofrem dramaticamente pra que sua liturgia seja reconhecida e encontre sobrevida num mundo onde, teoricamente, não há […]
    • por Nilton Plum
    • 6 Anos atrás
  • Técnica, aplicação e intensidade: As armas do Vitória na Série A!

    O Vitória vem tendo um começo avassalador no Brasileirão Série A. No momento, é o segundo colocado, com 10 pontos, ficando apenas atrás do Coritiba, que tem 11. O Leão Baiano tem 66.7% de aproveitamento, com 3 vitórias, 1 empate e uma derrota, em 5 partidas disputadas. Os nordestinos marcaram 10 gols e sofreram cinco. […]